CIDADANIA

Programa Cidade Solidária beneficia mais de 600 famílias

Atualmente, o programa da PMT oferece um valor de R$ 300 de aluguel social para famílias que estão acolhendo outras.
Secretário Allan Cavalcante (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) está beneficiando por meio do Programa Cidade Solidária um total de 641 famílias acolhedoras, que tem como objetivo acolher famílias em situação de desabrigamento. Atualmente, o programa oferece um valor de R$ 300 de aluguel social para famílias que estão acolhendo outras.

As famílias desabrigadas, dependendo da avaliação técnica, poderão receber kit de acolhimento; kit de higiene e kit limpeza; e uma cesta básica mensal. Já aquelas que não possuem uma família acolhedora, são acolhidas na Casa de Acolhimento Tenente-Coronel Costa Neto, que atende atualmente 14 famílias.

De acordo com Allan Cavalcante, titular da Semcaspi, o valor pago no aluguel social é realizado após a concretização do acolhimento das famílias. “Encerramos o ano de 2023, com todas as pendências do benefício pagas. Aguardando apenas as famílias para sacar os valores. É importante que aconteça o saque deste valor dentro dos prazos, pois se não houver o saque, os valores retornam para os cofres públicos”, explicou.

Allan Cavalcante reforça que diante da calamidade pública, as famílias que necessitam do Cidade Solidária devem buscar, com urgência, o atendimento da Defesa Civil.

“A Defesa Civil, por meio do telefone 199, é a primeira a agir diante dessas situações, fazendo o monitoramento da região e das famílias e encaminhando as demandas para a Saad da região afetada. A Semcaspi é acionada para fazer o pagamento dos benefícios do Programa Cidade Solidária. É a gestão atuando de forma integrada e dentro do campo de atuação de cada política social”, destacou.

 

Deixe uma resposta