EDCÍCERO

População negra cresce 36,8% no Piauí; pardos predominam

A comunidade que se autodeclara branca caiu de 759.361 em 2010 para 740.322 no Censo 2022.
IBGE divulga novos dados sobre a população do Piauí (Foto: Edcícero)

EDNALDO CÍCERO FREITAS  Editor-chefe

A maior parte da população piauiense se considera parda, de acordo com os dados do Censo 2022 divulgados nesta sexta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o IBGE, 2.120.880 pessoas se declararam pardas no censo do ano passado. Esse número significa um crescimento de 6,2% em comparação com os 1.996.371 pardos declarados em 2010. O Piauí tem 3.271.199 habitantes.

Os recenseadores registraram no levantamento de 2022 um grande salto na população preta no Piauí: passou de 292.951 em 2010 para 400.662 no ano passado. Foi um crescimento de 36,8%.

Segundo o Censo 2022, o maior avanço ocorreu entre a população que se declarou indígena. O aumento foi de 144,6%, subindo de 2.944 para 7.202 em uma década.

Os piauienses autodeclarados amarelos passaram de 66.731 para 3.078, uma redução de 95,4%. Já a parcela da população que se considera branca caiu 2,5%: eram 759.361 em 2010 e agora são 740.322.

De acordo com o IBGE, o total de habitantes do Piauí aumentou 4,9% em dez anos.

Leia mais sobre os resultados do Censo 2022.

 

Deixe uma resposta