NOTÍCIAS

Número de homicídios cai 12,01% no Piauí em 2023, diz governador

O governador Rafael Fonteles apresenta análise dos dados da segurança pública no estado em 2023, ao lado do secretário Chico Lucas.
Governador Rafael Fonteles (Foto: Divulgação)

O governador do Piauí, Rafael Fonteles, e o secretário estadual de Segurança Pública, Chico Lucas, apresentaram a análise dos dados estaduais de segurança pública do ano de 2023, durante o programa Piauí Cast, estreado segunda-feira (29).

Para o secretário Chico Lucas, a integração das forças de segurança, a gestão e as ações sociais promovidas no último ano impulsionaram a redução dos crimes em todos o Estado.

“Implementamos esses eixos através de três superintendências que foram para campo fazer diversas ações que possibilitaram os resultados positivos que estamos apresentando para a população do Piauí”, destacou o secretário.

Os dados revelam que houve uma redução de 12,01% no número de homicídios dolosos em relação ao ano de 2022 no Piauí. Na capital, a redução foi de 20,68%.

Rafael Fonteles destacou o aumento registrado em 2023 do número de inquéritos instaurados, mandados de prisão cumpridos, prisões em flagrante, procedimentos instaurados, buscas e apreensões.

“A violência no Brasil está muito associada ao crime de tráfico de drogas, em 2023 tivemos um aumento significativo do número de apreensões de entorpecentes no Piauí. Isso acaba refletindo na redução das Mortes Violentas Intencionais”, frisou o governador.

Chico Lucas enfatizou que em 2024 a Secretaria de Segurança irá intensificar as políticas públicas e continuará mapeando as pessoas envolvidas com a criminalidade, com a finalidade de identificar potenciais vítimas e autores de homicídios. Além disso, destacou o êxito das operações policiais realizadas com o apoio do serviço de inteligência, tecnologia e o trabalho desenvolvido pela Polícia Científica do Estado do Piauí.

O governador Rafael Fonteles ainda ressaltou a redução do número de roubo e furto de celulares e a recuperação de aparelhos roubados.

“A população tem que entender que o celular tem um número de IMEI que pode ser rastreado pelas operadoras, e nós do Governo temos acesso. Quando o aparelho é roubado e registrado o boletim de ocorrência, localizamos o mesmo e devolvemos para seus proprietários. Vamos continuar realizando a Operação Interditados e as Blitzen no combate a essa prática criminosa”, disse o governador.

“As ações de trânsito realizadas na capital e no interior do estado têm tirado de circulação pessoas envolvidas com práticas criminosas diversas, foragidos da Justiça e pessoas de posse de celulares e motocicletas roubadas. No entanto, nossa maior prioridade é conscientizar a população e consequentemente salvar vidas”, finalizou Chico Lucas.

 

Deixe uma resposta