CULTURA

IPHAN quer transformar a Estação Ferroviária de Teresina em um complexo cultural

Prédio da antiga estação dos trens está sendo restaurado e deve ser reinaugurado em agosto de 2024.
Antiga Estação Ferroviária em obras (Foto: Luiz Brandão)

A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), no Piauí, quer transformar o Conjunto Arquitetônico da Estação Ferroviária Teresina em um grande complexo cultural no centro da cidade.

A informação é da superintendente do IPHAN no Piauí, Teresinha Ferreira. Segundo ela, a ideia partiu do deputado federal Merlong Solano (PT) e já foi levada por ele ao presidente nacional do órgão, Leandro Grass, e à ministra da Cultura, Margareth Menezes.

O prédio da antiga estação está sendo restaurado pelo IPHAN e, de acordo com o cronograma do Instituto, as obras na antiga estação serão concluídas em maio de 2024 e a reinauguração está prevista para agosto, por ocasião das comemorações dos 172 de Teresina.

A restauração total do edifício vai custar mais de R$ 11,2 milhões. Os recursos são provenientes de um Termo de Ajuste de Conduta – TAC, firmado por uma empresa autuada pelo Iphan por destruir sítios arqueológicos no Sul do estado.

Teresinha Ferreira com o deputado Merlong Solano e Leandro Grass, do IPHAN (Foto: Luiz Brandão)
Contatos e parcerias

Desde que assumiu a Superintendência do Iphan, Teresinha Ferreira tem acompanhado de perto a restauração do prédio e tem buscado apoio para que o local seja transformado no centro de um complexo cultural, integrando toda a área do entorno da Estação Ferroviária de Teresina.

Segundo a chefe do IPHAN no Piauí, já foram feitos contatos formais com a Caixa Econômica Federal – CEF, e com o Banco do Nordeste do Brasil – BNB, em busca de apoio para a criação do que ela batizou de Complexo Cultural da Estação. Tanto a CEF quanto o BNB tem programas de incentivo e patrocínio de projetos culturais.

Ela garante que a proposta de criação do complexo cultural foi recebida com entusiasmo pelo presidente do Iphan, Leandro Grass. “Mas também quero destacar, por dever de justiça, o apoio do deputado federal Merlong, do ministro Wellington Dias, do deputado estadual Fábio Novo (PT) e do secretário estadual de Cultura, Carlos Anchieta, a essa ideia”, diz Teresinha Ferreira.

História da estação

Prestes a completar 100 anos, o prédio é um dos mais belos da cidade. Começou a ser construído em 1922 e foi inaugurado em 1926. Trata-se de uma construção eclética, ornamentada em madeira lavrada, com telhado em duas águas e coberto com telhas tipo Marselha. A fachada exibe o ano da inauguração (1926) e o nome da cidade, que na época era grafado “Theresina”.

De acordo com técnicos do Iphan, a antiga estação e seu entorno ajudam a compreender a urbanização da cidade. Em 2013, o conjunto foi tombado pelo IPHAN e passou a ser um patrimônio histórico, econômico, cultural e social do Piauí e do Brasil. É também um dos cartões postais do estado.

 

Deixe uma resposta