TERESINA

Iphan nega autorização para rebaixamento da Avenida Miguel Rosa

Esta não é a primeira vez que o instituto desautoriza o rebaixamento da avenida no cruzamento com a Frei Serafim.
PMT realizou estudos para a obra de rebaixamento da avenida (Foto: Divulgação)

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) negou autorização para a obra de rebaixamento da Avenida Miguel Rosa no cruzamento com a Frei Serafim, no Centro de Teresina. A informação é da superintendente do Iphan no estado, Teresinha Ferreira.

De acordo com o Iphan, a obra poderá causar impacto em dois prédios existentes na região, a Estação Ferroviária e a sede do DER, ambos da Miguel Rosa. O projeto prevê o rebaixamento de 315 metros da avenida e está orçado em R$ 24,7 milhões.

A Prefeitura de Teresina (PMT), autora do projeto, tinha 15 dias para recorrer da decisão, mas achou melhor entrar com novo processo de licenciamento da obra, com a entrega de toda a documentação exigida pelo Iphan.

O rebaixamento da Miguel Rosa naquele trecho é uma proposta antiga da PMT, que pretende melhorar a circulação de veículos no cruzamento com a Frei Serafim, um dos mais movimentados da capital. A mesma tentativa, feita em outras administrações do município, também foi barrada pelo Iphan.

 

Deixe uma resposta