PIAUÍ

Desembargador José Ribamar Oliveira se despede do TJ-PI

Ele tem mais de 45 anos de carreira na magistratura, sendo 19 anos como desembargador. Oliveira foi presidente do Poder.
Desembargador José Ribamar Oliveira (Foto: Divulgação)

O desembargador José Ribamar Oliveira participou segunda-feira (18) de sua última sessão como integrante da Corte do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI). Ele se aposenta após 45 anos, 11 meses e nove dias de magistratura e serviços prestados ao judiciário piauiense, sendo 19 anos de tribunal.

O magistrado ressalta que o sentimento é de realização e dever cumprido, pois procurou fazer o melhor em sua carreira. Enquanto presidente, o desembargador José Ribamar Oliveira lembra que deixou como legado um tribunal moderno, com significativos avanços em tecnologia, o que permitiu encurtar a marcha processual e o tempo de duração dos processos. Isso trouxe felicidade aos advogados e às partes em geral, porque passaram a ter a solução rápida de suas demandas.

“Isso trouxe felicidade aos advogados e às partes em geral, porque passaram a ter a solução rápida de suas demandas. Portanto, saio feliz por ter tido uma gestão marcante no tribunal no biênio 2021/2022. Saio tranquilo e com a consciência tranquila por tudo aquilo que fizemos em prol deste tribunal e da sociedade”, disse o desembargador José Ribamar Oliveira.

O presidente do TJ-PI, desembargador Hilo de Almeida Sousa, agradeceu aos anos de trabalho e companheirismo durante estes anos de tribunal. Ele destacou ainda a importância da gestão do desembargador no biênio passado para que o tribunal conseguisse obter os bons resultados em 2023, como o Selo Ouro no Prêmio CNJ de Qualidade.

Os demais desembargadores fizeram uso da palavra e agradeceram a amizade e aos anos de convivência com o desembargador José Ribamar Oliveira, desejando, ainda, felicidades no novo momento de sua vida.

 

Deixe uma resposta