EDUCAÇÃO

Ciaten recebe equipe do Instituto Evandro Chagas

A reunião científica realizada na segunda-feira tratou das pesquisas relacionadas ao estudo da bactéria intestinal “Campylobacter jejuni”.
Reunião do Ciaten (Foto: Divulgação)

Na reunião científica de segunda-feira (11), o Centro de Inteligência em Agravos Tropicais Emergentes e Negligenciados (Ciaten) recebeu a equipe da pesquisadora Cintya Oliveira, do Instituto Evandro Chagas, que propuseram ampliar as pesquisas relacionadas a participação da bactéria intestinal “Campylobacter jejuni” na gênese das doenças diarreicas agudas e da síndrome de Guillain-Barré no Piauí.

A parceria com o Instituto Evandro Chagas iniciou-se em 2015, com testagens para anticorpos contra a bactéria nas amostras de sangue dos pacientes vitimados pela síndrome. Agora, propõe-se testar também as fezes dos pacientes quanto à presença de “Campylobacter jejuni”,  tanto por cultivo em meios de cultura (isolamento) quanto por testes para detecção de antígeno (partículas da bactéria).

A infecção por “Campylobacter jejuni” é considerada pela literatura científica internacional o principal gatilho infeccioso que precede e deflagra a síndrome de Guillain-Barré e uma importante causa de surtos de diarreia aguda em pessoas com fonte alimentar comum.

Nossas reuniões científicas que ocorrem semanalmente estão disponíveis no Moodle Ciaten, para ter acesso cadastre-se neste link.

 

Deixe uma resposta