MP-PI pede a reativação do comitê de prevenção a queimadas

Motivo da solicitação é o aumento de casos de queimadas no estado. A situação começa a se agravar neste mês.

O Ministério Público do Piauí (MP-PI) solicitou ao Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí a reativação do Comitê Estadual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Controle de Queimadas, diante do aumento de registro de focos de incêndio no estado.

“O requerimento foi motivado pela constatação, após análise de dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Especiais), do aumento do número de focos de calor no Estado do Piauí a partir do mês de agosto, quando se verifica a baixa umidade do ar e alta temperatura. Esses fatores que favorecem a propagação do fogo em vegetações e em áreas urbanas”, diz o MP-PI.

O Comitê Estadual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Controle de Queimadas, instituído pelo Decreto Estadual nº 13.263/2008, é um órgão interinstitucional, que congrega representantes de entidades governamentais e da sociedade civil.

Entre os objetivos do comitê encontra-se o fortalecimento e a articulação de ações e as políticas de educação, prevenção, monitoramento e controle de queimadas, fiscalização e incêndios florestais. Além disso, busca sistematizar, disponibilizar e dar publicidade à sociedade das informações relativas ao tema.

 

Deixe uma resposta