Censo 2022 começa visita a domicílios teresinenses

A previsão do IBGE é que a coleta de dados da população no país siga até outubro deste ano.

Começou dia 1º deste mês, as visitas dos recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em todas as residências do país. O objetivo é entrevistar os moradores para preencher o questionário do Censo Demográfico 2022. A previsão é que a coleta de dados siga até outubro. O trabalho já começou em Teresina.

O Censo Demográfico é a única pesquisa que vai a todos os domicílios do Brasil. Com as informações obtidas no levantamento, o poder público pode conhecer em detalhe a situação dos moradores.

“Por meio desses dados será possível elaborar políticas públicas para melhorar a realidade das pessoas. Por isso a importância de abrir as portas para o IBGE e dar respostas fidedignas”, enfatiza o chefe da Unidade Estadual do Piauí, Leonardo Passos.

Para viabilizar a execução do recenseamento, mais de 3 mil pessoas foram contratadas temporariamente no Piauí – cerca de 210 mil em todo o país. Foram instalados 183 postos de coleta – locais que funcionam como pontos de apoio para as equipes da pesquisa – em 173 municípios do estado.

Os 2.633 recenseadores que atuarão nos 224 municípios piauienses visitarão aproximadamente 900 mil domicílios, nos quais devem encontrar cerca de 3,2 milhões de habitantes.

Os moradores podem optar por responder ao questionário presencialmente, por telefone ou pela internet. Após uma visita inicial obrigatória, na qual o recenseador também registrará as coordenadas geográficas de cada endereço, será possível escolher o autopreenchimento via internet ou agendar a entrevista por telefone.

Quando um recenseador bater na sua porta, ele poderá ser facilmente reconhecido: todos estarão devidamente uniformizados com boné e colete azuis com a logomarca do IBGE. Também estarão usando um crachá, contendo foto e os números de matrícula e de identidade. Com esses dados, é possível verificar se é realmente um servidor do IBGE por meio do site respondendo.ibge.gov.br ou do telefone 0800 721 8181.

A entrevista dura cerca de 15 minutos e basta que um morador responda por todo o domicílio. As informações coletadas são confidenciais, conforme previsto na Lei 5.534/68, que também prevê a obrigatoriedade de prestação de dados ao IBGE. Não há atrito com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que garante a possibilidade de tratamento de dados pessoais por órgãos de pesquisa.

 

Deixe uma resposta