Piauí é o segundo estado que mais aplicou a dose de reforço

O estado já aplicou a terceira dose, a primeira do reforço, em mais de 55% da população, de acordo com o SI-PNI.

O Piauí está em segundo lugar entre os estados que mais aplicaram a dose de reforço contra a covid-19, segundo os dados do Sistema de Informação Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), informou hoje (29) a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi). Os números são referentes a primeira dose de reforço (terceira, na contagem geral).

Segundo o levantamento, 55,73% do público-alvo (população acima de 12 anos, que tomou a segunda dose a quatro meses ou mais) já recebeu sua dose de reforço. “Permanecemos como o estado que mais está vacinando. Mas ao mesmo tempo em que recebemos esta notícia muito boa, ainda estamos com uma porcentagem abaixo de 60% e pedimos aqueles que precisam tomar suas doses de reforço que faça sua imunização”, disse o superintende de Atenção à Saúde e Municípios, da Sesapi, Herlon Guimarães.

Para o secretário estadual da Saúde, Neris Júnior, esta colocação só foi possível porque a população também fez a sua parte e buscou os postos de vacinação para se proteger contra o vírus. “Queremos agradecer ao povo do Piauí, que sempre está entendendo e cumprindo nosso chamado. E nossos gestores municipais também foram fundamentais no papel de realizar a vacina”, destacou.

Já no vacinômetro da Sesapi, os números do Piauí estão em 77,96%, da público-alvo para a terceira dose de reforço, com a vacina aplicada. Herlon Guimarães explica que essa divergência acontece porque 150 municípios do Piauí não estão atualizando os dados no Sistema de Informação Programa Nacional de Imunização. Desse total quinze cidades estão há mais de um mês sem colocar os dados no sistema.

“Os dados atualizados no programa são de fundamental importância para o monitoramento da imunização em todo o país e para elaboração de estratégias de combate a doença. Por isso estamos sempre cobrando dos gestores municipais que essa inserção seja feita o mais célere possível após a aplicação”, lembra o superintende.

No Piauí a primeira dose de reforço está liberada para toda população acima de 12 anos, que tomou a segunda dose há quatro meses ou mais. O segundo reforço ou quarta dose também está disponível para a população acima de 18 anos, que recebeu sua terceira imunização a quatro meses ou mais.

 

Deixe uma resposta