Comarca de Parnaíba concede medida protetiva em 36 minutos

Decisão é da juíza Ivani Vasconcelos, da 1ª Vara Criminal de Parnaíba, em benefício de uma mulher vítima de violência.

A juíza Ivani de Vasconcelos, titular da 1ª Vara Criminal de Parnaíba, concedeu hoje (5) medida protetiva em favor de uma mulher vítima de violência doméstica e familiar apenas 36 minutos após a distribuição do processo. De acordo com dados do Processo Judicial Eletrônico-PJe, a distribuição do processo ocorreu às 12h46 e a decisão foi prolatada às 13h22.

A vítima foi representada pelo Serviço de Proteção aos Vulneráveis, da Prefeitura de Parnaíba. O pedido de medida protetiva foi analisado em tempo recorde pela equipe da 1ª Vara Criminal de Parnaíba, como parte das ações do projeto Tic Tac, que tem como gerente o juiz Georges Cobiniano, auxiliar da 1ª Vara Criminal daquela comarca.

“O projeto Tic Tac consiste na concessão de medidas protetivas a vítimas de violência doméstica e familiar no menor tempo possível, com o objetivo de proteger cada vez mais mulheres. Temos dois assessores, Caroline Neiva Santos e Brendo Teófilo Emanuel Rocha Paz, especialmente dedicados ao projeto e, durante todo o expediente, eu e dra Ivani estamos de prontidão para atender a esses pedidos de forma célere e com a maior urgência”, explicou o juiz Georges Cobiniano.

O projeto Tic Tac foi idealizado pela Secretaria de Gestão Estratégica do Tribunal de Justiça do Piauí e visa impulsionar o ritmo de análise e decisão em medidas protetivas em comarcas do Piauí; sensibilizar a sociedade piauiense para a importância da realização de denúncias de violência doméstica; divulgar os canais de denúncia disponíveis; e favorecer o diálogo do Judiciário com outras instituições.

TJ-PI

 

Deixe uma resposta