FMS confirma duas mortes por Chikungunya em Teresina

O último boletim epidemiológico confirma 4.344 casos de dengue e oito mortes na capital.
Agentes de saúde buscam por focos do mosquito da dengue (Foto: FMS/Divulgação)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) confirma duas mortes por Chikungunya em Teresina. No município, existem 406 casos confirmados da doença e outros 920 casos ainda sob notificação. No último boletim epidemiológico ainda existe a confirmação de 4.344 casos de dengue, com oito óbitos. Além disso a capital ainda concentra sete casos de zika.

Na 24ª Semana Epidemiológica foram notificados seis novos casos de dengue, mostrando uma redução de 68% quando comparado com os números do período anterior. A médica Amariles Borba, diretora da Vigilância em Saúde, informa que as pessoas precisam ter cuidado para evitar criadouros de mosquito.

“É preciso limpar os quintais e outros locais que acumulam água. As doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti podem ser graves, com inflamação no cérebro, deixar sequelas permanentes ou levar ao óbito”, disse Amariles Borba.

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, disse que os agentes de endemias fazem o trabalho de orientação em todas as zonas da cidade. “Os agentes estão em todas as áreas de Teresina, dando orientações sobre como evitar a proliferação de doenças e com ações de coleta de ovos dos mosquitos. Analisamos quais são os pontos que estão com mais infestação para intensificar as atividades dos agentes de endemias nessas áreas”, concluiu.

 

Deixe uma resposta