Governo suspende atividades turísticas no cânion do Rio Poti

O local é bastante visitado pelos turistas. A decisão foi tomada por causa das chuvas na região.
Cânion do Rio Poti (Foto: Margareth Leite)

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) suspendeu as atividades de passeio ecoturístico do cânion do Rio Poti, em especial no trecho das estruturas rochosas, no Piauí.

O cânion passa pelos municípios de Castelo, Buriti dos Montes e Juazeiro, no lado piauiense, e por Crateús, no Ceará.

“A medida é para evitar qualquer eventualidade, em razão do período de intensa precipitação pluviométrica”, disse o secretário Daniel Marçal.

Para os próximos dias, a Semar está organizando uma inspeção conjunta para avaliação ambiental, de riscos e segurança na área, em conjunto com instituições.

“Instituições como o Corpo de Bombeiros Militar, Serviço Geológico do Brasil – CPRM e Instituto de Desenvolvimento do Piauí vão participar da ação”, afirmou o secretário Daniel Marçal.

A decisão foi tomada após o acidente nos cânions de Capitólio, a 293 quilômetros de Belo Horizonte, em Minas Gerais. A tragédia ocorrida no sábado (8) deixou 10 mortos e dezenas de feridos.

 

Deixe uma resposta