Covid: Piauí espera vacinar mais de 330 mil crianças

O Ministério da Saúde liberou a vacinação da população com idade entre 5 e 11 anos.
Secretário estadual da Saúde, Florentino Neto (Foto: Divulgação)

A Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi) recebeu hoje (6) do Ministério da Saúde a nota técnica que trata da vacinação das crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19. A expectativa é que o estado possa imunizar 331.432 pessoas nesta faixa etária. Ainda não há data para as secretarias receberem as vacinas e iniciarem a imunização.

A vacina da Pfizer para este público será aplicada em duas etapas com o intervalo de quatro semanas. O frasco da vacina para crianças também terá uma cor diferente daquela aplicada em adultos, para ajudar os profissionais de saúde na hora de aplicar a vacina.

“Estas doses são de 0.2 ml e serão tomadas em duas etapas, com o intervalo da primeira para a segunda dose de  oito semanas, diferente do que diz a bula do imunobiológico, mas acreditamos que isso deve ser porque o Brasil ainda não tem doses suficientes para toda a população”, explicou o superintendente de Atenção à Saúde e Municípios, Herlon Guimarães.

O secretário Florentino Neto reforçou a necessidade da oferta da vacina contra a covid-19, para crianças com idades de 5 a 11 anos, como estratégia para garantir maior segurança, controle da pandemia e imunização para a população.

“O Piauí foi o segundo estado a pedir a vacinação infantil para o combate à pandemia. Com este novo passo, no processo de imunização das nossas crianças, esperamos receber as vacinas o mais breve possível, para que possamos iniciar a proteção deste público. E pedimos aos pais e responsáveis que assim que a vacina estiver disponível levem suas crianças, pois a vacina é segura e fundamental para proteção”, destacou.

A Sesapi já está com toda a logística de distribuição e orientação aos municípios preparada para receber as vacinas destinadas às crianças de 5 a 11 anos. “Assim como nas outras etapas de vacinação, nossas equipes da Coordenação de Imunização já estão com a logística organizada para entregar aos municípios, assim que receber as vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde”, disse Florentino Neto.

 

Deixe uma resposta