Confira as cidades que já cancelaram o Carnaval

Teresina, São Luís, Rio de Janeiro, Salvador e outras capitais decidiram pela não realizarão a festa por causa da covid-19.
Bonecos Gigantes no Carnaval de Olinda (Foto: Diego Galba/Prefeitura de Olinda

Por causa da covid-19, prefeitos de capitais e outras cidades brasileiras já cancelaram o Carnaval de 2022. A medida é para evitar uma explosão de casos da doença. Além disso, há um surto de gripe que vem atacando a população. Em muitos municípios, os hospitais estão lotados.

A festa também foi suspensa em 2021.

Veja a lista com algumas das cidades onde não haverá Carnaval:

Teresina

O prefeito de Teresina, José Pessoa Leal (Doutor Pessoa) foi um dos primeiros a decidir pela suspensão do Carnaval. Este ano, a capital piauiense não terá o tradicional Corso do Zé Pereira, festa que arrasta multidões. Outras cidades piauienses seguiram o exemplo, entre elas, Floriano e Água Branca.

São Luís

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, anunciou na quarta-feira (5) o cancelamento do Carnaval oficial da capital maranhense. Ele alegou a alta no número de casos de covid-19 e falou que é o movimento é de cuidar das pessoas. A prefeitura vai pagar um auxílio para as pessoas que trabalham na folia.

Maceió

Capital de Alagoas, Maceió não terá Carnaval de rua neste ano. A prefeitura anunciou quarta-feira (5) a suspensão da folia, incluindo as prévias carnavalescas. O prefeito JHC informou que a medida foi tomada com base nas recomendações do comitê de saúde que acompanha o comportamento da covid-19 na cidade.

Recife

A prefeitura do Recife, capital de Pernambuco, anunciou nesta quarta-feira (5) a suspensão da programação carnavalesca deste ano, que ocorreria entre os dias 25 e fevereiro e 5 de março.

Em comunicado, a gestão municipal informou que, apesar de uma situação mais confortável em relação à pandemia de covid-19, com grande parte da população vacinada e quadro estável de infecções, a cidade vive um surto de casos de gripe.

“A decisão acontece de forma responsável, pois, a despeito da cidade já apresentar mais de 83% de toda a população acima de 12 anos com esquema vacinal completo em relação à covid-19 e não apresentar um quadro de aumento de casos de infecção em decorrência do novo coronavírus, o Recife enfrenta um crescimento expressivo de casos de gripe e entende, como sempre, que a prioridade deste – e de qualquer momento – sempre será a preservação da saúde e da vida”.

Olinda, Pernambuco

A prefeitura de Olinda, em Pernambuco, anunciou nesta quarta-feira (5) o cancelamento do tradicional Carnaval municipal em 2022. A administração municipal justificou a decisão pela situação da pandemia de covid-19 e pelo aumento dos casos no país e na cidade.

“Nós tomamos essa decisão, em coletividade, que estamos cancelando o maior carnaval do mundo. A gente não seria irresponsável de expor a vida de ninguém. Isso é o mais importante”, afirmou o prefeito, Professor Lupércio.

O Carnaval de Olinda é um dos maiores do país, juntamente com o de Salvador (BA) e do Rio de Janeiro. A folia é tradicional e mobilizava mais de três milhões de pessoas até o início da pandemia em centenas de blocos que apresentam de ritmos tradicionais como o frevo e maracatu ao samba e músicas populares.

São Paulo

Com o aumento do número de casos e de internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG), o que inclui casos de covid-19 e de gripe Influenza, a prefeitura de São Paulo anunciou hoje (6) o cancelamento do carnaval de rua.

A festa seria entre o fim do mês de fevereiro e o início de março. O cancelamento foi determinado pelo prefeito Ricardo Nunes, após reunião na manhã desta quinta-feira com representantes da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Saúde.

Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro decidiu cancelar os blocos de rua no Carnaval de 2022. A decisão foi tomada levando em conta os dados epidemiológicos, que apontam para um novo aumento de casos de covid-19 após um período de quedas. Representantes de diversos blocos foram informados pelo prefeito Eduardo Paes durante uma reunião na tarde de hoje (4). Em seguida, Paes falou sobre o assunto em uma live.

“O carnaval de rua nos moldes que eram feitos até 2020, já não aconteceu em 2021 e não vai acontecer em 2022. Eu falo aqui como um prefeito que gosta de carnaval, como um cidadão, mas infelizmente a gente não pode fazer”, disse.

Segundo o prefeito, os desfiles no sambódromo estão mantidos, bem como também poderão ocorrer bailes em locais fechados. Um protocolo de controle para o público ainda será detalhado. Estar em dia com a vacinação será um dos pré-requisitos para poder acessar esses eventos. O uso de máscara também será necessário.

Bahia

O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou que “ficou impossível” a realização do Carnaval no estado em 2022. O carnaval da Bahia, especialmente o da capital, Salvador, é um dos mais tradicionais e concorridos de todo o país.

“Não teremos carnaval neste modelo que a gente conhece de carnaval. Não há nenhuma condição de ter festa em larga escala. Já temos risco suficiente admitindo festas com 5 mil pessoas, imagina com 3 milhões de pessoas”, disse o governador, ao lembrar muitos países estão aumentando o rigor quanto à circulação de pessoas e fechando fronteiras.

A prefeitura de Salvador também cancelou o Carnaval, um dos mais movimentados do país.

Da Redação, com informações da Agência Brasil

 

Deixe uma resposta