Saad esclarece sobre obras da galeria na zona Leste

A construção chegou a ser paralisada e a empresa responsável desistiu de continuar. Outra construtora foi contradada.

O superintendente de Ações Administrativas Descentralizadas da zona Leste de Teresina, James Guerra, divulgou nota hoje com esclarecimento sobre a obra da galeria na região, uma das mais afetadas pelas fortes chuvas, com casos de alagamentos de ruas.

De acordo com a nota, a empresa responsável pela obra desistiu e foi contratada outra construtora para a conclusão dos serviços.

“A obra é operacionalizada 24 horas por dia, estando com o cronograma de ações e os pagamentos em dia. Hoje, a obra está a 80 m da avenida Homero Castelo Branco”, diz a nota.

A construção da galeria para o escoamento das águas das chuvas teve início ainda na administração do PSDB na Prefeitura de Teresina.

Confira a nota na íntegra:

A SAAD Leste recebeu em 01/01/2021 a obra da galeria da zona Leste, suspensa pelos efeitos da pandemia, sem contrato vigente, paralisada e com pedido de desistência da obra pela construtora Sucesso. A obra encontrava-se na rua Eustaquio Portela, distante 260 m da avenida Homero Castelo Branco.

Após um ano de gestão, um novo contrato foi assinado com a empresa Gimma, superamos os entraves burocráticos do financiamento e como é público a obra foi retomada.

A obra é operacionalizada 24 horas por dia, estando com o cronograma de ações e os pagamentos em dia. Hoje, a obra está a 80 m da avenida Homero Castelo Branco.

Caso se confirmem as condições climáticas, a empresa contratada pretende chegar a citada avenida até o final de janeiro, fato que trará, ainda que parcialmente, benefícios aos moradores da zona Leste.

Nesse momento de dificuldades, quanto ao acúmulo de águas nas avenidas Homero e Jockey, sugerimos máxima cautela no tráfego de veículos nessa região durante as chuvas.

Informamos ainda que solicitamos à Strans a colocação de sinalização de trânsito nos referidos trechos.

James Guerra/ superintendente da SAAD Leste.

 

Deixe uma resposta