O que esperar de 2022?

Tudo indica que teremos novo ano de pandemia. Teremos eleições. Que o povo saiba dar o troco aos maus políticos.
EDNALDO CÍCERO FREITAS
jornalista
redacao@edcicero.com.br

Estamos nas últimas horas de 2021. Foi um ano difícil, de pandemia, com milhares de mortes e com um número desconhecido de pessoas que sofrem com as sequelas da covid-19.

A parte boa foi o avanço da vacinação, que fez reduzir a quantidade de óbitos relacionados com a crise sanitária.

Caminhamos, em 2022, para a imunização de crianças, apesar das resistências do governo federal. Nesse campo, deveria haver mais trabalho e nenhum bate-boca.

Sem Fake News.

Sem tragédias.

Principalmente sem fome, com moradia digna, empregos, educação, saúde.

E o que esperar de 2022?

Sem dúvida, ainda será um ano sob os efeitos da pandemia. Ainda não sabemos se para mais ou para menos.

O certo é não estamos em época de pós-pandemia, como muita gente imagina e parte para a aglomeração, deixa de lado as normas de higiene, tão importantes no combate ao novo coronavírus.

2022 será um ano de campanhas eleitorais. Oficialmente. Porque as campanhas eleitorais ganharam as ruas há muito tempo.

Temos políticos pensando em si mesmo e esquecendo da população. Um exemplo disso é o alto valor aprovado para o Fundo Eleitoral.

Está passando da hora de acordarmos.

Feliz 2022.

 

Deixe uma resposta