Covid: secretário defende vacinação de crianças

Florentino Neto também defendeu cuidados epidemiológicos redobrados com a chegada do fim de ano.
Secretário da Saúde, Florentino Neto (Foto: Divulgação)

O secretário estadual da Saúde, Florentino Neto, reforçou na manhã desta quinta-feira (30) a necessidade da oferta da vacina contra a covid-19, para crianças com idades de 5 a 11 anos, como estratégia para garantir maior segurança, controle da pandemia e imunização para a população.

“O Piauí foi o segundo estado a pedir a vacinação infantil para o combate à pandemia. A orientação do governador Wellington Dias é a vacinação universal, aliada à segurança sanitária para todos os piauienses,” disse o secretário. “Estamos tão apressados em iniciar a vacinação desse público que já temos em estoque as seringas para começar a imunização assim que a vacina for liberada”, completou.

Florentino Neto também defendeu cuidados epidemiológicos redobrados com a chegada do fim de ano. De acordo com ele, embora o Piauí tenha alcançado avanços significativos no enfrentamento à pandemia, sobretudo com a adesão da população à vacinação, é necessário seguir as medidas de proteção, como a higienização das mãos, uso de máscaras e manter o distanciamento social.

“Ainda não vencemos a Covid-19, a batalha continua e devemos usar de todas as armas que dispomos para vencer essa guerra. Ainda não temos casos confirmados da variante Ômicron em nosso estado, mas com as festas de fim de ano, devemos redobrar a atenção para evitar que ela chegue por aqui”, destaca. Segundo o secretário, as medidas sanitárias e, principalmente, a vacinação, seguem como principais aliadas no combate ao novo coronavírus.

Influenza H3N2

O número de infectados, segundo relatório da Secretaria Estadual da Saúde, são de nove casos, sem registros de óbitos até o momento. O secretário aproveitou para reforçar a importância da vacinação contra a influenza.

O Piauí atingiu 80% de cobertura vacinal durante a campanha de vacinação contra a influenza. O estado, de acordo com Florentino Neto, está acima da média nacional de vacinação. Mesmo assim, a Sesapi solicitou ao Ministério da Saúde o envio de mais doses para ampliar ainda o público vacinado e aguarda posição do governo federal.

“Estamos focados em vacinar os 20% dos piauienses que ficaram de fora da campanha. Os benefícios da vacinação contra Influenza incluem a redução de complicações e do risco de hospitalização associada à gripe”, destacou.

 

Deixe uma resposta