O governo do estado decretou situação de emergência nos 12 municípios que compõem o Território de Desenvolvimento Tabuleiros do Alto Parnaíba, na região dos Cerrados, ameaçados pelas cheias dos rios Parnaíba e Uruçuí Preto.

Publicado em Diário Oficial, na tarde desta segunda (27), o decreto contempla as seguintes cidades: Antônio Almeida, Baixa Grande do Ribeiro, Bertolínea, Canavieira, Guadalupe, Jerumenha, Landri Sales, Marcos Parente, Porto Alegre do Piauí, Ribeiro Gonçalves, Sebastião Leal e Uruçuí.

O documento, assinado pelo governador Wellington Dias, considera as chuvas intensas e concentradas no Cerrado Piauiense que provocam elevações de rios, riachos, lagoas e córregos, sobretudo com o transbordamento do Rio Parnaíba; a interdição de rodovias por conta da força das águas, como a PI-247, no trecho entre Uruçuí e Ribeiro Gonçalves; e a existência de famílias desabrigadas ou comunidades isoladas.

Com validade de 90 dias, o decreto autoriza ainda a mobilização de todos os órgãos estaduais articulados sob a coordenação da Secretaria Estadual da Defesa Civil, medidas que já estão sendo executadas, desde a manhã desta segunda-feira (27), sobretudo com a participação do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PI), Secretaria da Assistência Social (Sasc), Secretaria de Meio Ambiente (Semar) e Corpo de Bombeiros.

“Enviamos duas equipes compostas por sete bombeiros de Floriano e Teresina, além de dois veículos com lanchas e equipamentos para salvamento e resgate com o intuito de reforçar essa operação que temos executado em parceria com as prefeituras de cada município que sofre com os efeitos dos temporais”, disse o governador Wellington Dias.

O governo do estado também atua em parceria com Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Exército Brasileiro e Serviço Geológico do Brasil Geral (CPRM).

“Fizemos contato com o Batalhão de Engenharia de Construção (BEC) e com o DNIT para que tenhamos condições de deslocamento de uma ponte móvel para tirar do isolamento veículos de carga e automóveis que estão na pista. Enquanto isso, engenheiros do DER avaliam medidas definitivas para retomar a trafegabilidade na PI-247”, acrescentou Wellington Dias.