Mais cidades do Piauí suspendem Réveillon e Carnaval

A APPM recomenda o cancelamento de eventos pelas prefeituras, a fim de evitar aglomerações e, com isso, combater a covid-19.
Réveillon na Ponte Estaiada, em 2019 (Foto: Divulgação)

As cidades de Teresina, Luís Correia e Floriano decidiram não realizar festas de fim de ano e Carnaval por causa da covid-19 e principalmente devido ao surgimento de uma nova variante do coronavírus, que provoca a doença.

O presidente da Associação Piauiense de Prefeitos, Paulo César (prefeito de Francinópolis), recomendou que as prefeituras não promovam eventos com aglomerações. A respeito da folia carnavalesca, ele diz que é um assunto ainda a ser discutido.

Teresina

A Prefeitura de Teresina divulgou hoje uma nota na qual comunica a suspensão do Réveillon de 2021 e do Carnaval de 2022, apesar da capital já ter vacinado mais de 80% da população.

O tradicional Corso do Zé Pereira e a programação nos bairros, com a presença de blocos, não vão acontecer no próximo ano. São festas que atraem grande multidão.

Apesar dessa decisão, a PMT manteve a sua programação natalina, com apresentações da Orquestra Sinfônica de Teresina. A decoração do Parque da Cidadania será inaugurada na próxima sexta-feira (4).

Floriano

O prefeito de Floriano, Joel Rodrigues, anunciou hoje, após a reunião com os seus secretários, que não haverá Réveillon nem a realização do Carnaval oficial do município em 2022.

Joel leva em consideração o aparecimento de casos no Brasil da Ômicron, a nova variante do coronavírus, a lotação dos leitos do Hospital Regional Tibério Nunes e a posição de municípios vizinhos em relação às grandes festas públicas.

“Sabemos que a organização de um Carnaval se inicia com vários meses de antecedência e, diante das incertezas, não é possível fazer contratações e deliberar gastos para um evento que dificilmente aconteceria”, disse.

Luís Correia

A prefeitura da cidade litorânea também suspendeu a realização de eventos públicos de Natal e Ano Novo. Já as festas privadas deverão seguir as orientações da vigilância sanitária, como o uso obrigatório de máscara, comprovante de vacinação, teste negativo de covid-19 e limite de público conforme o local.

 

Deixe uma resposta