Letícia Anguito: cores e beleza nos jardins do Palácio de Karnak

Muro da Rua 7 de Setembro, no Centro de Teresina, ganha um colorido especial com as intervenções do projeto Cuia.
Balanço Tropical (Foto: Cuia)

O muro e parte de um imóvel localizado na Rua 7 de Setembro, ao lado do Palácio de Karnak, sede do governo estadual, ganham um colorido especial com a arte de Letícia Arguito, autora da obra intitulada Balanço Tropical.

Concluído no dia 24 de novembro, o painel faz parte das intervenções do Circuito Urbano de Intervenções Artísticas (CUIA), cuja abertura aconteceu no dia 10 deste mês, com a instalação artística “A Teia”, em frente ao Theatro 4 de Setembro, na Praça Pedro II.

De acordo com a assessoria do projeto, “a programação do Cuia se estenderá até janeiro de 2022 e, em sua primeira edição, utiliza o centro da cidade como campo de experimentação artística”.

O evento é uma realização da Associação Amigos da Arte e da Cultura do Piauí; Saracura Produtora e conta com patrocínio do Armazém Paraíba, através do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura (SIEC), da Secretaria Estadual de Cultura (Secult).

O evento também conta com o apoio da Rambeer, da Sherwin-Williams, da MM Locações, do Arte Urbana Teresina, da Rua 2 e da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (Saad/Centro), órgão da Prefeitura de Teresina.

Balanço Tropical

“O mural todo é inspirado em elementos do nordeste brasileiro. Uma mulher deitada na rede, típica cena do nosso cotidiano, as linhas orgânicas representam a nossa terra e águas. A folhagem e as carnaúbas representam a natureza presente na região”, diz a assessoria.

“O sol do Piauí, lembra a nossa gente calorosa e a ave típica da região (Guará), voa livre pelo céu limpo. As cores vibrantes é uma identidade da artista e do nosso país. O painel leva em consideração os jardins do Karnak e visa estabelecer um diálogo respeitoso com a obra de Burle Marx”, acrescenta o material informativo do projeto.

Ficha Técnica

Obra: Balanço Tropical

Artista: Letícia Anguito

Área: 79,47m²

Local: Rua Sete de Setembro, ao lado do Karnak

Assistência artística: Marcus Batista

Curadoria: Ronne da Cruz, Marcus Batista

Quem é Letícia Anguito

Letícia Anguito é uma artista e designer apaixonada por cores, soluções gráficas, Identidade Visual e Design de Superfícies (estampas). Graduada em Design Gráfico pela Belas Artes, descobriu o seu fascínio pela estética e trabalhos manuais.

Trabalhou desenhando estampas de vestuário e decoração para marcas como Carmen Steffens (presente em 19 países com 550 lojas), Adriana Barra e Noêmia’s. Tem pinturas artísticas em grandes murais, representando sua arte pelo Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Bahia, Ceará, Piauí) e Estados Unidos (Nova York e Califórnia).

Letícia acredita que o Design e a Arte Urbana têm um papel fundamental para o bem estar humano. Dessa forma, se interessa em projetos que tragam melhorias para o dia-a-dia das pessoas.

Conheça o Cuia

Surgindo com uma ideia de mesclagem de diversas linguagens artísticas a fim de transformar e ressignificar os espaços, trazendo transformações estéticas, sem deixar de lado a nossa identidade, surge o Circuito Urbano de Intervenções Artísticas (Cuia), que traz este mesmo conceito no significado do próprio nome.

No artesanato, a cuia é um recipiente geralmente ovoide feito de um fruto que é secado e desprovido da polpa e utilizado para esvaziar canoas, transportar ou misturar líquidos, alimentos e muitas outras finalidades.

Para além de um evento artístico de finalidade potencializadora do Centro de Teresina e de programação diversificada, o Cuia é um evento que mistura cores, pessoas, artistas, ideias e conceitos em espaços que fazem parte do nosso cotidiano e que tocam direta ou indiretamente a população que frequentam o coração histórico da cidade, fazendo com que o Centro seja visualizado por outras perspectivas e também pelas mais diversas possibilidades de usos.

A identidade visual do Cuia é composta pelos elementos das obras do artista Carlos César. Formado em Moda pela Universidade Federal do Piauí, Carlos tem seus trabalhos abrangendo vários suportes, como o bordado e passando também pelas artes digitais. Nas suas obras, traz personagens e locais populares do imaginário teresinense, como no caso de “A sociedade do Através” (2019) e “Os Androides de Areia” (2021), que carregam uma linguagem de HQ futurista ambientada em nossa capital. Segundo o artista, as suas obras retratam nossa cultura, nossa história, adaptando personagens das nossas lendas para a nossa realidade, transformando conceitos abstratos de uma cidade em personalidades. (Com informações do Cuia)

Balanço Tropical (Foto: Cuia)
Balanço Tropical (Foto: Cuia)
Balanço Tropical (Foto: Cuia)
Balanço Tropical (Foto: Cuia)
Balanço Tropical (Foto: Cuia)

 

Deixe uma resposta