O futebol é uma paixão mundial

Nenhum outro esporte se aproxima, em termos de audiência, a uma copa do mundo de futebol. Leia mais na coluna.

O primeiro presente da grande maioria dos meninos é uma bola de futebol. Mal começamos a caminhar e já ensaiamos os primeiros chutes. Prazer, esse é o Brasil, o país do futebol.

O futebol é o esporte que mais se parece com o brasileiro, sendo adorado por cerca de 4,5 bilhões de pessoas ao redor do mundo (cerca de 2/3 da população mundial). Nenhum outro esporte se aproxima, em termos de audiência, a uma copa do mundo.

Toda a popularidade do futebol se deve a alguns aspectos como: Fácil para qualquer um assistir e entender as regras, fácil de disseminar, fácil de ter simpatizantes. É um esporte de inclusão, não precisa ser rico, na grama ou na terra, tá valendo.

Quando estamos viajando pelo Interior de nosso estado, é muito comum vermos campinhos de futebol em praticamente todo povoado que encontramos. E tenho certeza que nosso Piauí tem muitos talentos perdidos, muitos garotos e garotas bons de bola, que um dia tiveram um sonho (assim como eu) de se tornarem jogador profissional. Mas que por falta de oportunidade, se perderam pelo caminho.

O futebol é um esporte que tem como forte característica a inclusão social, diminuindo os conflitos sociais, melhora a economia local, além criar empregos direto e indireto.

Nossos gestores precisam se voltar mais para os esportes em geral, incentivando e criando projetos que incentivem o engajamento de nossos jovens no esporte, principalmente nos esportes coletivos; pois quando as atividades são realizadas em grupo o envolvimento dos praticantes é bem maior.

E por fim, vale comentar que observei que nas escolinhas de futebol aqui da capital, a preocupação não é somente formar um atleta de futebol, mas também orientar a meninada a serem cidadãos.

 


DEMÓSTENES RIBEIRO é professor de Educação Física formado pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), com pós-graduação em Gerontologia (UFPI), pós-graduação em Treinamento Desportivo e Fisiologia pela Faculdade Gama Filho (RJ), pós-graduação em Aspectos da Medicina Esportiva pela Unopar (PR). Com mais de 33 anos de experiência, Demóstenes é um dos profissionais com mais experiência na área.

 

Deixe uma resposta