Monise Borges canta o amor no novo EP “Pra ficar agarradin”

Lançamento da cantora e compositora piauiense conta com quatro músicas que falam do amor real. EP já disponível na internet.
Cantora e compositora Monise Borges (Foto: Ana Cândida)

Após lançar o EP “Não vão nos calar” e o single “Vai Passar” em 2021, a cantora e compositora piauiense Monise Borges lança mais um trabalho, desta vez reunindo quatro canções que falam de amor e que, segundo a compositora, demonstram um amor real e verdadeiro. Um amor que entende que as coisas mudam, inclusive que ele mesmo é passível de mudança.

Ouça aqui

Monise convidou a artista visual teresinense Alana Santo para criar a capa do EP. Alana relembra que o convite da cantora Monise Borges e do produtor Noé Filho deixou-a feliz principalmente pelo significado do trabalho para a carreira da cantora. E o processo de criação de Alana veio tanto das reuniões com a cantora e o produtor quanto do impacto que as músicas provocaram internamente.

“O nome do EP (Pra ficar agarradin) me ativou a visualidade de corpos em conexão e afeto, que compartilham um amor natural, saudável, que acalenta, encoraja e agrega em diversos níveis. A ideia veio de certa forma rápida, demorei mais na execução (busca de referências, estudos, formas, texturas, cores, detalhes, camadas). Quando me sentia travada criativamente ouvia novamente as músicas da Monise, para que eu pudesse me reconectar com a ilustração e com a ideia que eu estava desenvolvendo ou conversava com Noé sobre esses impasses que acontecem naturalmente em processos criativos. O olhar do outro é muito importante para a produção artística”, conta Alana Santo.

Monise Borges (Foto: Ana Cândida)

O EP conta com quatro músicas, começando com “Sentido Invertido”, um afoxé gostosinho, melodioso, para fazer a gente soltar aquele riso de canto de boca. A música é nostálgica e nos lembra que viver o momento também é importante, sem esperar nada em troca.

Seguida de “Penso em ti”, que é regravação de uma canção feita por Monise Borges ainda em sua adolescência, e que deu nome ao seu primeiro álbum completamente autoral, sendo a única do EP que fala de um amor romântico, sem o qual a pessoa não pode viver. O fato dela fazer parte do EP é uma lembrança de que as coisas realmente se transformam e evoluem.

A terceira canção é “Transmutou”, um sambinha que vai direto ao coração, é uma daquelas músicas para ouvir quando estiver com dor de cotovelo. A música inteira reflete sobre o porquê do fim da relação, relembrando o que era de positivo, tentando explicar que é possível celebrar os bons momentos, mesmo que não haja mais o relacionamento.

E a quarta e última música é “Compartilhar o céu”, um pop rock que tem a participação do cantor Rômulo Augusto. Essa canção, segundo Monise, fala da vontade de querer estar perto mesmo nas adversidades, devido a facilidade de o amor ser capaz de ser calmaria em meio ao caos.

“Sempre fui fã do trabalho dela e sempre conversávamos muito sobre arte, música e projetos. Há muito tempo existia o desejo de ambos de gravar uma música juntos, e somente agora tive esse privilégio. Ela representa pra mim a força da mulher lutadora que nunca desiste, que em sua sensibilidade e leveza transmite determinação e perseverança, que ama a vida em sua essência mais profunda e humana. Estar participando deste trabalho, tem um significado especial, pela amizade e admiração que tenho por tudo o que ela representa”, afirma Rômulo Augusto.

Ficha técnica

EP Pra ficar agarradin (Monise Borges)

Letra e Música: Monise Borges

Voz: Monise Borges

Participação especial: Rômulo Augusto (em Compartilhar o céu)

Arranjo: Monise Borges e Denison D´Johnson (em Sentido Invertido, Penso em ti e Compartilhar o céu) e Monise Borges, Denison D´Johnson, Kamila Canabrava, Mário Araújo e Javé Montuchô (em Transmutou)

Guitarras: Denison D´Johnson e Mário Araújo

Violão: Mário Araújo

Teclado: George Meneses (em Sentido Invertido e Penso em ti), Myel Araújo (em Transmutou) e Cássio Carvahlo (em Compartilhar o céu)

Contrabaixo: Kamila Canabrava

Bateria: Rubens de Figueiredo (em Sentido Invertido e Penso em ti) e Javé Montuchô (em Transmutou e Compartilhar o céu)

Percussão: Pamela Almeida (em Sentido Invertido e Penso em ti)

Gravado, mixado e masterizado: M.A Studio por Myel Araújo

Capa: Alana Santo

Designer: Herick Felipe

Produção executiva: Geleia Total e Noé Filho

Fotografia: Ana Cândida

Maquiagem: Juhx

Figurino: Zinzane Rio Poty

Assistente de produção: Alisson Carvalho

 

Deixe uma resposta