João XXIII será rebaixada para construção de viaduto

O DNIT apresentou nesta quinta-feira o projeto de rebaixamento da avenida na altura da Ladeira do Uruguai, na zona Leste.
Rotatória na Avenida João XXIII, na zona Leste de Teresina (Foto: DNIT)

A Avenida João XXIII será rebaixada na região da Ladeira do Uruguai, na zona Leste de Teresina, no ponto em que a via se encontra com as avenidas Zequinha Freire e Deputado Paulo Wall Ferraz. No local, será construído um viaduto, ligando as duas avenidas. A João XXIII é um trecho urbano da BR-343.

O projeto foi apresentado na manhã desta quinta-feira (18) pelo superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), José Ribamar Barros, em entrevista coletiva na sede do órgão, com a participação do secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Teresina, Edimilson Ferreira.

Local onde será construído o viaduto (Arte: DNIT)

Os veículos que circulam pela BR-343, na zona urbana, vão passar por baixo do viaduto. Com isso, o trânsito na região ficará mais ágil.

Para a primeira etapa da obra, três retornos serão fechados nas proximidades da rotatória. A Polícia Rodoviária Federal do Piauí e Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) farão as intervenções de trânsito naquele setor, a partir desta segunda-feira (22).

Será fechado o acesso da Avenida João XXIII com a Avenida Joaquim Nelson. A via dá acesso ao bairro Dirceu Arcoverde, na zona Sudeste.  Também serão fechados os retornos da João XXIII na altura da Rodoviária da Ladeira do Uruguai e próximo à Pousada Gurupi, além do acesso à Avenida Presidente Jânio Quadros.

“Essas intervenções vão garantir que a obra do rebaixamento da avenida João XXIII, com extensão da BR 343, flua sem muitos danos no trânsito. Então, o motorista teresinense vai percorrer cerca de 1,4 km a mais com essas mudanças. São intervenções necessárias já que a nossa capital tem crescido muito nos últimos anos e precisamos adequar nossa infraestrutura ao nível da capital que somos”, disse o superintendente José Ribamar.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal pelo menos 30 mil veículos passam por dia pelo local. A obra vai durar pelo menos dois anos. O objetivo é melhorar a circulação de veículos no trecho entre Teresina e Altos, nos dois sentidos.

O secretário Edmilson Ferreira disse que a obra “trará tantos benefícios para os teresinenses e também para a população de municípios vizinhos, que fazem o uso dessa rodovia e rotatória. É uma obra necessária e sabemos que causará alguns transtornos, contudo, trabalharemos alinhados a fim de causar o mínimo de incômodo”.

 

Deixe uma resposta