Prefeitura de Teresina reduz em 28% uso de recursos na reforma da FM Cultura

Após mais de 20 anos de existência, emissora recebeu a maior reestruturação física e tecnológica.

A Prefeitura de Teresina ao utilizar a tecnologia BIM (Modelagem da Informação da Construção) busca otimizar tempo e investimento público em suas obras e projetos. Um exemplo disso é a aplicação dessa modelagem na reforma da rádio FM Cultura de Teresina, reinaugurada neste mês de setembro.

Após mais de 20 anos de existência, essa é a maior reestruturação física e tecnológica que a rádio recebe. Transmitida na frequência 107,9 Mhz, a nova sede fica localizada no Edifício Saraiva Center/Centro, na rua Firmino Pires, 379, Sala 327. A rádio passou por uma revitalização estrutural e também em seus equipamentos visando melhor atender o público teresinense.

A previsão de investimentos nesta reforma sem a aplicação da metodologia seria um pouco mais de R$ 250 mil. “Com a utilização da plataforma BIM, a obra contou com um investimento de R$ 179.521,74, ou seja, uma maior assertividade no planejamento de construção, reduzindo desperdício de recursos e ganho de produtividade”, disse Virgínia Moura, arquiteta e urbanista, que coordena o Núcleo do BIM, na Secretaria de Planejamento e Coordenação (Semplan).

O desenvolvimento dos projetos de uma edificação dentro dessa metodologia permite além do controle das informações, economia, agilidade, eficiência e previsibilidade.

BIM

BIM (Modelagem da Informação da Construção) é uma Metodologia de Processos gerida em uma Plataforma Tecnológica de Informação, que tem como principal objetivo coordenar todo o processo da vida útil de uma edificação possibilitando o registro, controle e monitoramento das informações geradas.

 

Deixe uma resposta