Piauí tem sete mortes por covid-19 em 24 horas e 6.844 no total

O estado está próximo de 310 mil casos de novo coronavírus. Teresina lidera com 103.252 ocorrências e 2.509 vidas perdidas.

O Piauí registrou sete mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. Com isso, o estado soma 6.844 vidas perdidas para a doença desde o início da pandemia, segundo o boletim atualizado da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi).

No sábado (31) o estado registrou dois óbitos em decorrência da doença provocada pelo novo coronavírus, mesmo número computado na sexta-feira (29), conforme o levantamento diário feito pela pasta.

Entre ontem e hoje, de acordo com o boletim divulgado neste domingo (1º), o Piauí confirmou mais 98 casos de covid-19. Agora o estado acumula 309.956 contaminados pelo vírus em um ano e meio de pandemia.

As vítimas registradas nas últimas 24 horas eram de Teresina, Bocaina, Picos, Água Branca, Alvorada do Gurgueia, Jaicós e Piripiri.

Teresina lidera a estatística da doença com 103.252 pessoas infectadas, sendo que 2.509 perderam a vida. Em seguida, vem Parnaíba, com 16.014 testes positivos e 437 perdas.

Atualmente, segundo o governo, 306 pacientes de covid-19 recebem atendimento na rede hospitalar. Destes, 137 estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Covid-19 no Brasil

Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 24 horas, 20.503 pessoas foram diagnosticadas com covid-19 e 464 pessoas morreram da doença.

Desde o início da pandemia, o Brasil acumula 19.938.358 diagnósticos e 556.834 mortes por covid-19. Segundo a pasta, 18.645.993 se recuperaram da doença.

Os dados estão na atualização diária sobre a pandemia do Ministério da Saúde, divulgada pela pasta neste domingo (1º). O balanço reúne os registros levantados pelas secretarias estaduais de saúde sobre casos e mortes relacionados à covid-19.

Com mais de 139 mil mortes, São Paulo é o estado com mais óbitos pelo novo coronavírus; Em seguida estão Rio de Janeiro, com 59.298 e Minas, com 50.611. Acre é o estado com menos mortes, com 1,8 mil óbitos, seguido de Roraima, com 1857 e Amapá, com 1907.

Vacina

Segundo o Ministério da Saúde, foram distribuídas 184.4 milhões de doses de vacina para todo o Brasil. Destas, 142,2 milhões foram aplicadas, sendo 100.9 milhões como primeira dose e 41,4 milhões como segunda dose ou dose única.

Da Redação e Agência Brasil

 

Deixe uma resposta