Escolas da PMT reabrem dia 3 de agosto, diz Semec

O secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, disse que a retomada das atividades está prevista para dia 3 de agosto.

O retorno das aulas presenciais na rede municipal de Teresina foi tema de uma audiência extrajudicial entra o Ministério Público do Piauí (MP-PI) e a Secretaria Municipal de Educação (Semec), na quarta-feira (21), na sede da promotoria. O reinício das atividades será no dia 3 de agosto.

O MP-PI vai expedir recomendação para que no prazo de 10 dias a Prefeitura de Teresina apresente o plano de retorno ao regime presencial em tempos de pandemia do novo coronavírus, que fechou as escolas em março de 2020.

Promotora Flávia Gomes e o secretário Nouga Cardoso (Foto: MP-PI)

Para a promotora de Justiça e coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Educação e Cidadania (Caodec), Flávia Gomes, que conduziu a reunião, a retomada das atividades deve acontecer com a “priorização das séries da alfabetização (da 1ª a 3ª série do ensino fundamental)”.

A promotora disse ainda que a reabertura das escolas deve garantir o “cumprimento de protocolos; acolhimento e avaliação diagnóstica”. Flávia Gomes defendeu o direito à educação, no contexto pandêmico.

O secretário de Educação de Teresina, Nouga Cardoso, disse que a Semec já solicitou ao Comitê de Operações Emergenciais (COE) uma reunião para tratar dos protocolos de segurança para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

“Já solicitamos a visita da Vigilância Sanitária nas escolas e estamos realizando o processo de busca ativa, com assistência presencial. Nosso compromisso é para que possamos ter um retorno das aulas presenciais no início de agosto”, disse.

Os professores e demais trabalhadores da educação fazem parte do grupo prioritário da vacinação contra a covid-19. O sindicato da categoria defende que as escolas sejam reabertas somente quando os docentes e auxiliares estiveram imunizados.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, em pronunciamento transmitido pela televisão na noite de terça-feira (20), disse que as escolas não podem mais permanecer fechadas e pediu a volta às aulas para que o país não seja prejudicado.

 

Deixe uma resposta