Piauí aplica mais de 1,5 milhão de doses de vacinas contra a covid

O avanço da vacinação contra o novo coronavírus também provocou a redução de até 85% em óbitos de pessoas idosos.

O Piauí já aplicou mais de um milhão e meio de doses de vacinas contra a covid-19. A vacinação no estado começou em 18 de janeiro de 2021. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi), já foram aplicadas 1.191.385 primeiras doses (36,31% da população) e 411.335 segundas doses, além de 36.652 imunizadas com a Janssen (dose única). Esse número representa 13,65% dos piauienses.

Por causa da vacinação, o número de mortes de idosos a partir de 70 anos caiu em 85%. No Piauí estão sendo utilizadas as vacinas CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen, que fazem parte do Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.

Secretário Florentino Neto (Foto: Divulgação)

“São seis meses em que nossas equipes estão trabalhando incansavelmente para que as vacinas cheguem mais rápido aos braços dos piauienses. O nosso objetivo é acelerar ainda mais nossa imunização”, disse o secretário da Saúde, Florentino Neto.

Ao todo, foram recebidas do Ministério da Saúde 2.041.820 doses e a Sesapi repassou aos municípios, para que os mesmo possam fazer a aplicação, um total de 2.026.477. Segundo os números do Vacinômetro, ainda estão com os municípios para aplicação de primeira, segunda ou dose única 387.024 doses. Há ainda uma reserva técnica de segurança de duas mil doses e mais 13.343 reservadas para segunda dose.

“Nossa expectativa é de vacinar, com a primeira dose, 80% da população de 18 a 59 anos até outubro e, até o final do ano, estar com a nossa população 100% vacinada com pelo menos uma dose. Por isso, precisamos da colaboração de todos e da chegada de mais vacinas ao nosso estado”, disse Florentino Neto.

Mortes

O avanço da vacinação contra a covid-19 no Piauí também fez com que o número de óbitos em idosos despencasse 85%, segundo estudos da Sala de Situação, grupo formado por especialistas da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), uma prova de que a imunização está fazendo efeito.

No grupo da faixa etária acima de 80 anos, a redução de mortes foi de 69% de maio para junho de 2021. No grupo de 70 a 79, a queda foi de 85%, a maior redução. No grupo de 60 a 69 anos, 61,6%. Quando se aproxima dos mais jovens, a redução é menor: 34% na faixa etária de 50 a 59 anos e 9% na faixa de 40 a 49 anos.

Os dados do Vacinômetro, aplicativo da Sesapi, mostram que até esta segunda-feira (19) estão totalmente imunizadas 13.419 pessoas acima de 90 anos, 58.296 na faixa de 80 a 89 anos, 55.880 no grupo de 75 a 79 anos, 76.637 de 70 a 74 anos e 77.781 na faixa de 65 a 69 anos.

 

Deixe uma resposta