Teresina não tem mortes por covid-19 há dois dias

Hoje o estado passou de 300 mil pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, com 6.676 óbitos, segundo os dados da Sesapi.

O Piauí registrou cinco mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. Teresina, a cidade mais afetada pela pandemia, não tem óbitos há dois dias, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi).

De acordo com o boletim atualizado desta quarta-feira (7), as vítimas registradas de ontem para hoje eram de Canto do Buriti, União, Demerval Lobão, Floriano e Luzilândia.

O estado chegou a 6.676 vidas perdidas para a doença provocada pelo novo coronavírus. Em Teresina, são 2.468 perdas desde o início da crise sanitária, em março de 2020.

Com relação ao total de casos confirmados, o número subiu para 300.309 com os 447 novos infectados confirmados hoje pela Sesapi.

Atualmente, 520 leitos da ala covid na rede hospitalar do Piauí estão ocupados. Há 218 pacientes na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Vacinação no Piauí

Os números do vacinômetro, que acompanha os dados da vacinação contra a covid-19 no estado, mostram que 1.106.231 pessoas já receberam a primeira dose. Esse contingente representa 33,66% da população piauiense.

Até agora, 368.191 (11,65%) tomaram a segunda dose e completaram o ciclo de imunização contra o coronavírus.

Covid-19 no Brasil

O número de pessoas infectadas pelo coronavírus desde o início da pandemia subiu para 18.909.037. Em 24 horas, foram registrados 54.022 novos casos de covid-19. 

Já a quantidade de pessoas que sucumbiram à covid-19 chegou 528.540. Entre ontem e hoje, as autoridades de saúde confirmaram 1.648 novos óbitos.

Os novos dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde divulgada nessa quarta-feira (7), que consolida informações levantadas pelas secretarias estaduais de saúde.

O balanço diário do Ministério da Saúde também traz os dados por estado. No alto do ranking de mais mortes por covid-19 estão São Paulo (130.935), Rio de Janeiro (56.321), Minas Gerais (47.378), Rio Grande do Sul (31.976) e Paraná (31.843). Na ponta de baixo estão Acre (1.761), Roraima (1.770), Amapá (1.861), Tocantins (3.279) e Alagoas (5.467).

Da Redação e Agência Brasil

 

Deixe uma resposta