PRF inicia operação férias e dá dicas para viagem segura

Com as férias, aumenta o movimento de veículos nas estradas. A BR-343, que leva ao litoral, é a mais movimentada no estado.
A PRF intensifica a fiscalização nas estradas a partir de hoje (Foto: PRF-PI)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia hoje Operação Férias Escolares 2021 em todo o Piauí. Durante o mês de julho, a PRF vai intensificar a fiscalização para evitar acidentes nas rodovias e combater infrações de trânsito. A ação será maior nos trechos e horários mais críticos com relação a ocorrência de acidentes (No final, veja dicas para uma viagem segura).

Segundo a PRF, a movimentação de veículos nas estradas será maior na segunda quinzena de julho. A viagem de retorno geralmente ocorre nos últimos dias do mês. Com base nos levantamentos do órgão, todas as rodovias registram aumento no fluxo de carros, mas a BR-343 – que dá acesso ao litoral – é a mais procurada.

A Polícia Rodoviária informa que também haverá atenção especial nas vias urbanas nesse período. Vários municípios piauienses, entre eles a capital, são cortados por trechos de estradas. O crescimento no movimento de veículos aumenta os riscos de acidentes.

A PRF vai aumentar em 30% o seu efetivo de agentes na fiscalização, que visa combater, especialmente, embriaguez ao volante, ultrapassagens proibidos, falta do cinto de segurança, não uso do capacete e o controle de velocidade. O trânsito de motocicletas também será alvo de fiscalizações específicas durante o mês.

A Operação Férias Escolares 2021 é nacional.

Dicas para uma viagem segura

A Polícia Rodoviária Federal orienta a todos os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas.

Confira as dicas:

Fazer uma revisão preventiva do veículo, mesmo que seu veículo seja novo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, sistema de suspensão, dos equipamentos obrigatórios , do nível do óleo e do radiador, entre outros itens;

Verificar a posse dos documentos de porte obrigatório, como CRLV, CNH e outros documentos determinados por lei;

Muita atenção ao entrar na rodovia;

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos demais veículos;

Ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito;

É fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico;

Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

Paradas eventuais no acostamento devem ser feitas apenas em caso de emergência, com pisca-alerta ligado e triângulo a pelo menos 30 metros do veículo.

O uso do cinto de segurança e da cadeirinha para crianças é imprescindível – esses equipamentos podem fazer a diferença em caso de acidente.

No caso de condições climáticas desfavoráveis:

Em caso de redução de visibilidade, a orientação é diminuir a velocidade, sem freadas bruscas;

Manter o farol baixo ligado (nunca usar farol alto); manter sempre uma distância segura em relação ao veículo que está à frente;

Sinalizar qualquer mudança de direção;

Não parar no acostamento (mas se precisar, procurar fazer o mais possível da pista) e após imobilizado, ligar o pisca-alerta;

Atravessar a cortina de fumaça/neblina somente em caso de visibilidade suficiente e sempre que visualizar focos de incêndios às margens das rodovias federais, disque 191.

 

Deixe uma resposta