Piauí reduz ocupação de leitos nas UTIs Covid-19

O estado tem atualmente 82 leitos de terapia intensiva desocupados, de acordo com dados do levantamento da Secretaria da Saúde.

A taxa de ocupação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Piauí atingiu a marca de 72% nesta terça-feira (29), na capital e de 86,5% no interior, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi). No momento, há 82 leitos de UTI disponíveis para pacientes de covid-19 em todo o estado, o que significa que não há mais fila de espera por vagas.

O Piauí tem 365 leitos ativos de UTI, 821 leitos clínicos e 73 leitos de estabilização à disposição dos pacientes infectados pela Sars Cov 2. A taxa média de ocupação atualmente é de 77,5%.

“A caminhada foi árdua até aqui e o trabalho não pára. É importante ressaltar que esse resultado é fruto de muito trabalho e dedicação, sobretudo dos nossos profissionais de saúde e de todos que têm feito a sua parte, usando máscara, mantendo as mãos higienizadas e evitando aglomerações. Esses cuidados devem ser reforçados diariamente”, disse o secretário estadual da Saúde Florentino Neto.

A maior capacidade de atendimento dos casos graves de covid-19 também se reflete em outro índice importante. O Piauí tem a sexta menor taxa de mortalidade em decorrência do novo coronavírus no Nordeste.

No Brasil, o Piauí ocupa a oitava posição entre os estados com menor percentual de óbitos por 100 mil habitantes, ficando atrás do Maranhão, Alagoas, Bahia, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Acre. O ranking é publicado semanalmente pela Organização Panamericana da Saúde (OPAS), entidade ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Deixe uma resposta