Covid: servidores imunizados voltarão ao trabalho presencial

A decisão está no decreto divulgado domingo pelo governador Wellington Dias. Órgãos devem manter a vigilância para evitar o coronavírus.

O decreto do governo do Piauí, divulgado no domingo (27), determina que os servidores estaduais imunizados contra a covid-19 – aqueles que tomaram as duas doses da vacina – já podem retornar às atividades presenciais.

“À exceção das servidoras afastadas por motivo de gestação, deverão retornar ao trabalho presencial os servidores que já tenha tomado, há mais de 21 dias, a segunda dose da vacina contra a covid-19”, diz o documento.

Ainda de acordo com o decreto assinado pelo governador Wellington Dias, “no retorno à modalidade presencial, os órgãos e entidades devem aplicar continuamente as medidas de controle e segurança no trabalho, voltadas para a contenção da covid-19”.

A Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi) poderá estabelecer medidas complementares com relação ao decreto, que orienta como deve ser o retorno dos servidores da Sesapi, além de avaliar casos em que os funcionários se consideram inaptos para retomar as atividades presenciais.

Eventos liberados e outras medidas

O novo decreto com medidas para combater a covid-19 autorizou a retomada dos eventos culturais e sociais, com até 100 pessoas no Piauí, além de ampliar o horário de funcionamento de bares e restaurantes.

No caso dos eventos, em ambientes abertos e semiabertos, deve ser observado o distanciamento mínimo de dois metros, podendo haver a utilização de som mecânico, instrumental ou apresentação de músico, desde que não gerem aglomeração, nem permitam dança.

Comércio: O comércio em geral poderá funcionar somente até as 17h e os shopping centers somente das 12h às 22h. O funcionamento de mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias e produtos alimentícios deve encerrar-se até as 24h.

Toque de recolher: A permanência de pessoas em espaços públicos abertos de uso coletivo, como parques, praças, praias e outros, fica condicionada à estrita obediência aos protocolos sanitários. Além disso, fica proibida a circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, no horário compreendido entre 1h e as 5h.

Confira o decreto

 

Deixe uma resposta