13 anos de Lei Seca: cai número de mortes nas BRs

O motorista flagrado em situação de embriaguez pode ser multado em R$ 2.934,70, além de outras punições.

A Lei Seca completa 13 anos neste sábado (19) e durante esse tempo provocou mudanças nos hábitos dos motoristas. Com isso, houve redução no número de acidentes e de mortes nas rodovias federais, mas a fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostra que há desrespeito às normas no país inteiro.

Segunda nota do órgão, como resultado da maior fiscalização nas estradas do Piauí, houve “aumento de autuações e prisões de pessoas que insistem em dirigir sob o efeito de álcool. Os índices de acidentalidade têm diminuído e nos cinco primeiros meses de 2021 a PRF não registrou nenhum óbito em acidentes causados por ingestão de bebida alcoólica”.

De acordo com os dados da PRF, 100 condutores de veículos foram presos nas estradas federais do Piauí, entre janeiro e maio deste ano, por causa do índice de embriaguez apresentado nos testes. Nesse período, os policiais rodoviários registraram 31 acidentes e oito feridos.

Penalidades

As penalidades para quem dirige sob o efeito de álcool ficaram mais severas com a nova lei. A multa é de R$ 2.934,70 e esse valor pode dobrar no caso de reincidência em um ano. Além disso, o condutor responde a processo de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ainda pode ser preso.

Ainda de acordo com a PRF, dirigir sob influência de álcool acima de 0,33 mg/l é crime de trânsito. Outra novidade é a penalização do condutor que se negar a se submeter aos testes, independente da existência de sinais de embriaguez.

Motoristas embriagados

Apesar do rigor da Lei Seca, não é difícil flagrar, nas rodovias federais do país, motoristas que bebem antes de dirigir. Segundo nota da PRF, “em 2019, foram registrados 5.419 acidentes por esse motivo, enquanto em 2020 houve uma redução de 6%, registrando um total de 5.070”.

No ano passado, quase 12 mil infratores foram retirados das rodovias federais por dirigir sob a influência de álcool, ao passo que em 2019 foram 18.467. Em 2021, apenas de janeiro a abril, 3.584 já foram notificados.

 

Deixe uma resposta