Corpus Christi: PRF registra 16 acidentes e quatro mortes no Piauí

Operação foi realizada entre 2 e 6 de junho. Maior número de acidentes aconteceu na BR-343, que leva ao litoral.
A Operação Corpus Christi foi encerrada no domingo (Foto: PRF-PI)

A Polícia Rodoviária Federal registrou 16 acidentes – oito de natureza grave -, com 21 feridos e quatro mortes durante a Operação Corpus Christi, nas estradas federais que cortam o Piauí. Os dados da fiscalização foram divulgado na manhã desta segunda-feira (7) pela superintendência da PRF no estado.

A PRF registrou uma movimentação maior de veículos principalmente na BR-343, que dá acesso acesso ao litoral piauiense. “Apesar da expectativa de aumento significativo no fluxo de veículos, o que se viu foi um leve aumento no deslocamento de veículos nas rodovias, e este se deu de forma tranquila”, diz a PRF, em nota.

As rodovias com mais acidentes no período foram a BR-343 (6 registros), a BR-135 (4) e as BRs 316 e 230, com dois casos cada. As mortes ocorreram nos municípios de Corrente (BR-135), Fronteiras (230) e Luís Correia (343).

A conduta inadequada do condutor resultou na maior parte dos acidentes. Entre as principais falas estão acessar a via sem observar a presença dos outros veículos, condutor deixou de manter distância do veículo da frente, conversão proibida, reação tardia ou ineficiente do condutor, sono ao volante, manobra de mudança de faixa, ingestão de álcool pelo condutor e ultrapassagem indevida.

Em alguns casos, as ocorrências foram provocadas pelas más condições das rodovias. A PRF aponta situações como acostamento em desnível, pista em desnível e faixas de trânsito com largura insuficiente.

Fiscalização

A maior presença ostensiva da PRF nas rodovias deste ano também refletiram maior número de abordados. Um total de 1.050 veículos foram fiscalizados pelos policiais nos cinco dias de operação e 1.172 pessoas foram fiscalizadas. Foram lavrados 1.324 autos de infrações por diversas infrações.

Infrações de trânsito

Foram lavrados 274 autos de infração em condutores de motocicletas por não uso do capacete de segurança, 55 por não uso do cinto de segurança  e 134 por Ultrapassagem em local proibido. Com relação à fiscalização de alcoolemia, foram realizados 41 Testes de alcoolemia e lavrados 21 autos de infração, resultando em seis pessoas presas por este motivo. As principais infrações de trânsito flagradas pelos policiais ainda são as que tem maior gravidade e podem resultar em acidentes graves.

Combate ao crime

A PRF também esteve presente em relação às ações de repressão ao crime. Foram 24 pessoas presas por diversos crimes, sendo seis por dirigir sob o efeito de álcool, três por receptação, dois por cumprimento de mandado de prisão e seis por crimes de trânsito e sete por crimes diversos.

A Operação Corpus Christi 2021, da Polícia Rodoviária Federal, aconteceu, em todo o país, entre os dias 2 e 6 de junho.

 

Deixe uma resposta