PPP do Piauí Center Modas vai gerar 800 empregos

Consórcio Prime Center venceu a licitação. O contrato de concessão será de 25 anos, com investimentos de R$ 15 milhões.

A Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc) realizou, na manhã desta terça-feira (1º), a licitação da Parceria Público-Privada (PPP) do Piauí Shopping Center Modas que tem como objetivo a consolidação do mercado da moda no Piauí, por meio da implementação de lojas para atacado e varejo. O vencedor foi o consórcio Prime Center, que ficará responsável pela reforma, ampliação, modernização, operação e manutenção do pavilhão de feiras e eventos Governador Guilherme Mello.

Superintendente Viviane Moura (Foto: Divulgação)

O Piauí Shopping Center Modas vai unir em um só lugar parceiros, lojistas, consumidores, fornecedores, colaboradores, investidores, comunidade e Governo. A PPP vai resultar em, no mínimo, quatro vagas de emprego por loja, sendo aproximadamente 500 empregos diretos ao todo. Além disso, serão gerados mais 300 empregos indiretos, como distribuidores, entregadores e a equipe da administração e serviços gerais, além de prestadores de serviços de manutenção.

A partir do mês de julho, a empresa que venceu o processo licitatório assume a gestão do espaço. “O local vai deixar de ser apenas um pavilhão e se transformar em um shopping vocacionado, trazendo fomento ao nosso setor de produção, principalmente de vestuário. O Piauí Shopping Center Modas revitalizado e modernizado será mais um equipamento de lazer, de negócios e entretenimento para a zona sul”, disse a superintendente Viviane Moura.

A concessionária será responsável pela prestação adequada dos serviços de locação e expansão do empreendimento, de modo a proporcionar à comunidade a oferta de espaços de consumo, entretenimento e serviços, além da modernização do espaço com a implantação das obras, manutenção e serviços. Poderá também explorar áreas destinadas à publicidade comercial, inclusive sistema de sonorização e transmissão de imagens.

O consórcio Prime Center é formado pelas empresas JDE Serviços de Gestão e Administração de Shopping Center Ltda e Aroc. “Uma coisa que nos chamou a atenção foi a localização. A zona sul tem uma carência desse tipo de empreendimento. Em Teresina, os maiores shoppings ficam na zona leste, então achamos que o novo Piauí Shopping Center Modas será um filão”, afirmou o advogado João Carvalho, representante do consórcio.

CCom

 

Deixe uma resposta