Piauí recebe vacinas para gestantes e pessoas com comorbidades

O estado recebeu vacinas da Pfizer e da AstraZeneca. Sábado, chegou um carregamento do imunizante CoronaVac.
Piauí receberá mais imunizantes para ampliar a campanha de vacinação (Foto: Pixabay)

O Piauí recebeu na tarde de hoje (3) 96.850 doses de vacinas para ampliar a campanha de imunização contra a covid-19. Com mais esse lote, o estado iniciará a vacinação das pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi).

O lote contém vacinas da Pfizer (5.850 doses) e AstraZeneca (91 mil), enviadas pelo Ministério da Saúde. No caso do material do laboratório norte-americano, todo o estoque é para Teresina e exclusivo para primeira aplicação. Os imunizantes virão em embalagens específicas para garantir a temperatura entre -25° e -15° graus.

“A Secretaria da Saúde já se preparou para o armazenamento das vacinas da Pfizer, contando com seis frezzers, que suportam a temperatura estabelecida pelo fabricante”, disse o secretário estadual da Saúde, Florentino Neto.

O material foi entregue em bandejas de 1.170 doses e deverá ser diluído com soro de 0.90ml. A dose a ser administrada é de 0.3ml. Após a diluição, o total de doses deverá ser aplicado em até seis horas e conservados em temperatura de 2° a 8° graus. O intervalo entre as duas aplicações é de 21 dias.

AstraZeneca

A 16ª remessa também inclui 91 mil doses da vacina AstraZeneca/Fiocruz. Desse total, 54.912 doses são atender 13.6% do grupo de pessoas com comorbidades e deficiências permanentes, gestantes e puérperas e as pessoas com deficiências permanentes. Os imunizantes também serão destinados a 21% dos idosos de 60 a 64 anos (26.980 doses).

Os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, nesta primeira fase de vacinação de comorbidades, e que serão adotados no Piauí, determinam a vacinação proporcional dos seguintes grupos:

– Pessoas com Síndrome de Down (18 a 59 anos);

– Gestantes e puérperas com comorbidades (18 a 59 anos);

– Pessoas com comorbidades, de 55 a 59 anos;

– Pessoas com deficiências permanentes, cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), de 55 a 59 anos.

“A orientação do Ministério da Saúde é seguir esta sequência de grupo. Estão inclusos também pacientes renais, em terapia de substituição (diálise), porém o Piauí já entregou as doses aos municípios para a vacinação deste grupo em outra etapa”, destacou o superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios, Hérlon Guimarães.

CoronaVac

No sábado (30) passado, o Piauí recebeu 3.400 doses da CoronaVac, fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan. O estoque é direcionado à aplicação das segundas doses de 3% do grupo de trabalhadores da Saúde (2.255 doses), dos policiais, bombeiros e forças armadas.

Matéria atualizada às 17h

 

Deixe uma resposta