Alepi esclarece informações sobre a morte de Cazé

O jornalista morreu na noite de segunda-feira (26), em decorrência da covid-19, que contraiu antes da segunda dose da vacina.
Jornalista Raimundo Cazé (Foto: Divulgação)

A Assessoria de Comunicação (Ascom) da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) divulgou nota nesta quarta-feira (28) para esclarecer algumas informações a respeito da morte do jornalista Raimundo Cazé, funcionário da Casa há 30 anos, ocorrida na noite de segunda-feira (26).

Cazé morreu em decorrência da covid-19. Ele chegou a ser vacinado, mas passou mal após a primeira dose. Confira a nota da jornalista Kátya D´Angelles, chefe do setor de imprensa da Alepi:

Caríssimos colegas

A título de cuidado para que não tenhamos informações truncadas a respeito do caso do falecimento do nosso colega Raimundo Cazé , que ocorreu devido a complicações causadas pela covid-19 esclareço a linha do tempo dos seus últimos dias. Seu Cazé contribuiu com nossa equipe até o dia 13 de abril.

Cazé tinha 77 anos, já tinha tomado a primeira dose da vacina, nesse meio tempo teve um mal estar e procurou o médico. Chegou a ser internado para observação por dois dias. No dia 15 de abril foi liberado para casa com teste negativo para Covid-19, mas ficou aguardando o resultado de um segundo teste.

Como ele estava cumprindo trabalho em home Office os familiares estavam com o seu celular mantendo o grupo de whats app da Ascom atualizado sobre o seu quadro quando ele foi internado, mas antes disso ele deu notícias.

Segue mensagem enviada por ele para o grupo da Assessoria de Imprensa da Assembleia no dia 16 de abril quando foi liberado e ficou com o celular:

“Estou em casa desde ontem. Os exames apontaram tudo normal, inclusive o da covid-19.
Falta sair o do segundo teste, que espero seja também negativo. Suponho que o mal estar que sofri tenha sido da minha labirintite, por eu não ter obedecido as regras da alimentação ou devido a um xarope que tomei sem ler a bula. Vou ser rigoroso com a alimentação e aguardar o resultado. Amanhã tomarei a segunda dose da vacina. No mais, um abraço a todos”_

Explicou.

Tomou a segunda dose da vacina no dia 17 de abril, no dia 20 de abril o resultado do segundo teste para covid-19 saiu e foi positivo e ele foi logo internado, mas faleceu no dia 26.

Peço desculpas a todos os colegas que me procuraram para checar os dados e eu não consegui atender ainda ontem para prestar as informações, seu Cazé não era só um servidor da Ascom, foram 14 anos de convivência e todos nós estávamos muito abalados.

Katya D´Angelles

 

Deixe uma resposta