Com 815 mortes em 24 dias, abril é pior mês da pandemia no Piauí

Até então, março era o período mais letal desde o início da crise sanitária. Com vacinação lenta, situação pode piorar.
EDNALDO CÍCERO FREITAS
jornalista
redacao@edcicero.com.br

Abril de 2021 ainda não terminou, mas já é o pior mês da pandemia no Piauí, com relação ao número de vidas perdidas para a covid-19.

Em 24 dias, a doença matou 815 pessoas, 25 a mais do que março, até então líder com 790 óbitos. Em 2020, o período mais letal foi julho (668 mortes).

A situação pode se agravar. Falta vacina suficiente para imunizar o público prioritário em tempo hábil. Isso porque o país demorou a comprar imunizantes.

Além disso, há uma grande rejeição às medidas restritivas contra o novo coronavírus. As pessoas se arriscam em aglomerações.

Os mais jovens lotam festas clandestinas. Pegam o vírus e de volta para casa contaminam os seus familiares.

Sem vacina e sem isolamento social, caminhamos para uma tragédia.

Até agora, o estado soma 4.995 mortes em 14 meses de crise sanitária. No país, o total passa de 389 mil perdas.

 

Número de mortes por mês, no Piauí (Arte: Sesapi)

 

Deixe uma resposta