Piauí tem 36 mortes e 802 casos de covid-19 em 24 horas

Aumentou para 235.203 o número de pessoas contaminadas pelo coronavírus, com 4.955 vidas perdidas em pouco mais de um ano.

O Piauí registrou 36 mortes e 802 casos de coronavírus entre ontem e hoje, de acordo com a atualização diária da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi), divulgada neste sábado (24). Com isso, sobe para 235.203 o número de pessoas contaminadas, com 4.955 vidas perdidas em pouco mais de um ano.

Nas últimas 24 horas, 22 homens e 14 mulheres não resistiram às complicações da covid-19. A maior parte das vítimas residia em Teresina (16), Parnaíba (3), Simplício Mendes (3) e Piripiri (2).

Os municípios de Cocal, Esperantina, Inhuma, José de Freitas, Luís Correia, Oeiras, Paulistana, Redenção do Gurguéia, Lagoa do Barro do Piauí, Manoel Emídio, São João do Piauí e Várzea Branca, com uma ocorrência cada, completam a lista.

Teresina lidera o ranking das cidades com maior número de óbitos, com 1.917 perdas, seguida por Parnaíba (305), Piripiri (140) e Picos (120), Floriano (116) e Campo Maior (115).

De acordo com o balanço da Sesapi, 1.297 pacientes estão internados para tratamento da infecção, sendo que 428 ocupam leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Números da covid no Brasil

O número de pessoas que não resistiram à covid-19 no Brasil subiu para 389.492. Em 24 horas, foram registradas 3.076 mortes. Há ainda 3.588 óbitos em investigação no país.

Já o total de pessoas infectadas pelo coronavírus desde o início da pandemia chegou a 14.308.215. Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 71.137 novos casos.

Os dados estão no boletim do Ministério da Saúde, divulgado hoje. O balanço é produzido a partir de informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Na lista de estados com mais mortes estão São Paulo (92.548), Rio de Janeiro (42.857), Minas Gerais (31.987) e Rio Grande do Sul (24.152). As unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.476), Roraima (1.472), Amapá (1.505), Tocantins (2.452) e Alagoas (4.096).

Em número de casos, São Paulo também lidera (2.827.833), seguido por Minas Gerais (1.319.297), Rio Grande do Sul (948.425), Paraná (927.563) e Bahia (808.803).

Da Redação e Agência Brasil

 

Deixe uma resposta