Comércio de Teresina quer elevar vendas para manter empregos

Segundo os empresários, as medidas restritivas recentes afetam o comércio varejista, que ainda não se recuperou dos prejuízos de 2020.

Com o agravamento da pandemia do novo coronavírus os impactos na economia são ainda maiores. O comércio lojista, por exemplo, já contabiliza uma série de prejuízos impactando diretamente na manutenção dos empregos e na circulação de renda no Estado.

Neste momento de crise, o consumidor assume um papel fundamental: apoiar o comércio local, conforme explica o presidente do Sindicato dos Lojistas do Piauí (Sindilojas/PI).

Segundo Tertulino Passos, valorizar os empreendedores e negócios locais é essencial durante o período de quarentena, pois ao comprar na região o dinheiro continua circulando ajudando no fortalecimento do varejo e no desenvolvimento socioeconômico do estado e do país.

“Nosso comércio possui uma diversidade de lojas dos mais variados segmentos, então não é preciso buscar produtos em outros estados. Além disso, com o comércio aquecido, novos estabelecimentos percebem a oportunidade de vender também”, defendeu o gestor.

De acordo com a categoria, o setor ainda não havia se recuperado dos prejuízos causados após seis meses de fechamento no ano anterior e as novas medidas de restrições que reduziram os horários de funcionamento das lojas acentuaram ainda mais as dificuldades dos empreendedores. Diante deste cenário, é necessário mobilizar a sociedade para criar uma verdadeira rede de suporte para estimular a economia da região.

“Estamos tentando nos adequar novamente a ficar de portas fechadas em alguns dias da semana. Por isso que neste momento nós fazemos até um apelo para os piauienses: vamos valorizar o nosso comércio, pois a medida que podemos adotar é fortalecendo cada negócio, isso contribui até para a chegada de investimentos em infraestrutura”, disse o presidente do Sindilojas-PI, Tertulino Passos.

Segundo ele, o consumidor deve se atualizar sobre os horários de funcionamento e se organize para realizar suas compras dentro deste intervalo, com todas as medidas de segurança que estamos cumprindo desde o início da pandemia.

 

Deixe uma resposta