Ex-secretário de Segurança Carlos Lobo morre de covid

Com 81 anos, ele tomou as duas doses da vacina contra o novo coronavírus. Lobo também foi secretário de Justiça no Governo Mão Santa.
Ex-secretário de Segurança Carlos Lobo (Foto: Arquivo pessoal)

O ex-secretário de Segurança Pública no Piauí, Carlos Lobo, 81 anos, morreu na madrugada de hoje (9), em Teresina, em decorrência de complicações da covid-19. Ele chegou a receber as duas doses da vacina contra o novo coronavírus.

Carlos Lobo foi internado em um hospital particular com problemas respiratórios em 3 de abril, poucos dias após ser vacinado. Em estado grave, foi intubado e fez hemodiálise, segundo informou a filha do ex-secretário, jornalista Fernanda Lobo.

Dono de um humor apurado e sempre brincalhão, ele escreveu na sua página do Facebook, após receber a segunda dose da vacina: “Muitos torcendo para eu morrer e não terem que pagar o que me deve! Continuarei cobrando anos a fio!”.

Carlos Lobo era jornalista, advogado, professor da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e foi eleito vereador de Teresina por vários mandatos. Ele também foi secretário de Justiça na gestão do ex-governador Mão Santa, mas ficou conhecido pela sua atuação na área da segurança.

Homenagem

Amigos, admiradores e familiares se despediram do político com mensagem nas redes sociais, sempre ressaltando a sua coragem e dedicação ao trabalho, além do caráter irretocável.

A Secretaria Estadual de Segurança Pública divulgou nota. Veja na íntegra:

A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí lamenta com grande pesar o falecimento de Carlos Alberto de Melo Lobo, na manhã desta sexta-feira (09), em Teresina. Carlos Lobo foi secretário de Estado de Segurança do Piauí de janeiro de 1999 a dezembro de 2001.

O secretário de Segurança, coronel Rubens Pereira, em nome da Secretaria de Segurança, se solidariza com familiares e amigos neste momento de dor e saudade.

 

Deixe uma resposta