Pilates é importante desde a criança ao idoso

O Pilates trabalha a postura de diversas formas e trabalha a respiração de forma profunda. Ideal para todas as idades.

A prática da atividade física deve começar cedo, ainda na infância. Mas é preciso ter alguns cuidados e escolher a melhor opção para o seu filho.

A fisioterapeuta Denise Pripas Schinazi, pós-graduada em fisiologia e prescrição do exercício, escreveu um texto sobre esse tema. Ela orienta a prática do pilates.

Confira:

1. CONSCIÊNCIA CORPORAL – Aumento da percepção do próprio corpo, melhora da noção espacial, conhecimento de seus limites.

2. POSTURA – O Pilates trabalha a postura de diversas formas, trazendo um melhor posicionamento da criança frente ao computador, vídeo game ou nas longas horas sentada na escola, durante o andar e para carregar pesos, como a mochila. Diminui também o risco de alterações posturais que poderiam se estender para o futuro. Muitos casos de escoliose idiopática começam na adolescência e podem ser evitadas com o Pilates.

3. RESPIRAÇÃO – O Pilates trabalha a respiração de forma profunda e sincronizada, melhorando a qualidade da mesma no dia a dia, durante os esforços e até durante o sono, devido ao aumento da capacidade pulmonar.

4. CONCENTRAÇÃO – A concentração necessária para execução dos exercícios pode melhorar o desempenho escolar da criança. Em casos de déficit de atenção e hiperatividade, o Pilates pode ser uma ótima ferramenta.

5. COORDENAÇÃO – No Pilates, os exercícios podem ser direcionados para aumentar a coordenação motora da criança.

6. EQUILÍBRIO – O Pilates desenvolve também essa habilidade motora, melhorando o equilíbrio e as respostas musculares frente a desequilíbrios gerados no dia a dia.

Já no caso do idoso, o ideal será uma prescrição que melhore a força e equilíbrio para que este tenha mais autonomia e funcionalidade.

E pra finalizar, é importante ressaltar que a criança e ou adolescente deve ter alguma afinidade com a atividade escolhida, pois somente assim será fiel à sua prática. E o hábito da prática da atividade física deve começar desde cedo.

Confira o artigo completa do fisioterapeuta aqui.

 


DEMÓSTENES RIBEIRO é professor de Educação Física formado pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), com pós-graduação em Gerontologia (UFPI), pós-graduação em Treinamento Desportivo e Fisiologia pela Faculdade Gama Filho (RJ), pós-graduação em Aspectos da Medicina Esportiva pela Unopar (PR). Com mais de 33 anos de experiência, Demóstenes é um dos profissionais com mais experiência na área.


 

Deixe uma resposta