Covid-19 mata 28 pessoas em 24 horas no Piauí, diz Sesapi

O Brasil chegou a 331.433 mortes por covid-19, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo.

Nas últimas 24 horas foram registrados, 28 pessoas morreram no Piauí em decorrência do novo coronavírus, que provoca a covid-19. No período, foram registrados 969 contaminados, segundo o boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi), na noite deste domingo (4).

Treze homens e quinze mulheres foram vítimas da covid-19 entre ontem e hoje. As cidades com maior número de mortes no dia são Teresina (5), Piripiri (4), Lagoa Alegre (2) e Parnaíba (2). A capital lidera com 1.641 vidas perdidas, seguida por Parnaíba (243) e Piripiri (117).

No momento, 1.234 pacientes estão internados para tratamento da covid-19, sendo que 435 estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As altas acumuladas somam 12.440. O número de pessoas recuperadas ou em tratamento domiciliar é passa de 205 mil, segundo a Sesapi.

Campanha de vacinação

No Piauí, informa o vacinômetro, 276.895 pessoas já receberam a primeira dose de vacina e 52.948, a segunda. Os dados são atualizados a cada 15 minutos a partir das informações das secretarias municipais da saúde.

O estado recebeu no sábado mais de 129 mil doses das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca para aumentar o índice de imunização de pessoas com mais de 65 anos e profissionais de saúde, além de iniciar a vacinação de policiais, bombeiros e indígenas.

Brasil: 331 mortes por covid

O Brasil chegou a 331.433 mortes por covid-19, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo (4). Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.240 novos óbitos pelas secretarias estaduais de Saúde.

A soma de casos acumulados foi de 12.984.956. De ontem para hoje, foram notificadas 31.359 novos casos de infecção. Os dados indicam também que 1.296.002 pacientes estão, neste momento, em acompanhamento. Outros 11.357.521, o correspondente a 87,5% dos infectados, já se recuperaram.

Os registros de casos e mortes costumam ser menores em feriados, sábados e domingos, em razão da dificuldade de alimentação dos dados pelas secretarias de saúde. O represamento das informações durante os fins de semana costuma inflar os dados dos dias seguintes.

São Paulo chegou a 2.527.400 pessoas contaminadas. Os outros estados com maior número de casos no país são Minas Gerais (1.156.435) e o Rio Grande do Sul (860.136). Já o Acre tem o menor número de casos (71.157), seguido de Roraima (90.350) e do Amapá (98.898).

Da Redação e Agência Brasil

 

Deixe uma resposta