Piauí passa de 200 mil casos oficiais de covid-19

O estado soma 3.967 mortes. Nesta sexta, o Brasil bateu novo recorde de óbitos: 3.650, informou o Ministério da Saúde.

Em 24 horas, o Piauí confirmou 1.621 novos casos de covid-19, segundo o boletim divulgado na noite de hoje (26) pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi). Ontem, foram registrados 1.505 casos, 1.621 infectados na quarta-feira (24). O estado atingiu 200.285 contaminados pelo coronavírus.

Entre ontem e hoje, 18 pessoas não resistiram às complicações da covid-19. Ontem (25), o governo confirmou 31 mortes. Ao todo, são 3.967 vidas perdidas por conta da pandemia, iniciada há mais de um ano. Até agora, o estado registra mortes em 217 dos seus 224 municípios.

Nove teresinenses morreram em decorrência da infecção pulmonar nas últimas 24 horas. Com isso, a capital chegou a 1.547 vítimas, com um total de 71.536 casos oficiais.

Com uma ocorrência cada, as cidades de Altos, Baixa Grande do Ribeiro, Bom Princípio do Piauí, Floriano, Pavussu, Pedro II, Pio IX, São Francisco do Piauí e Joaquim Pires também registraram óbitos neste período, segundo o boletim.

Internações

O Piauí tem atualmente 1.321 pacientes em tratamento do novo coronavírus na rede hospitalar. Destes, 423 estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo o balanço diário da Sesapi, 11.672 já tiveram alta médica nos hospitais, mas o número de curados é bem maior: acima de 194 mil pessoas. A grande maioria dos infectados não precisou de internação.

Campanha de vacinação

O vacinômetro aponta que 192.181 pessoas receberam a primeira dose de vacina no estado e 47.182, a segunda. Os dados são atualizados a cada 15 minutos pelas secretarias municipais da saúde.

A Secretaria da Saúde recebeu hoje mais de 69 mil doses das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca. A previsão é de que os piauienses a partir de 65 anos recebam a primeira aplicação do imunizante nos próximos dias.

Brasil bate novo recorde

O Brasil bateu seu novo recorde de mortes registradas em 24 horas, com 3.650, informou o Ministério da Saúde. Este total supera a maior marca anterior, de 3.250, na terça-feira (23). É mais de 50% acima da média móvel da última semana epidemiológica (14 a 20 de março), que ficou em 2.236 óbitos.

A marca ainda não inclui os dados do Ceará, que vem apresentando problemas técnicos para atualizar seus dados de novas mortes e casos. Com a soma de óbitos desse estado, o número deve aumentar.

O total de vidas perdidas para a pandemia alcançou 307.112. Ontem, a soma estava em 303.462 óbitos. Ainda há 3.538 mortes em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente.

O país também teve 84.245 novos diagnósticos confirmados entre ontem e hoje. Ontem, o país teve pela primeira vez mais de 100 mil novos casos confirmados em 24 horas. O total de pessoas que pegaram covid-19 desde o início da pandemia alcançou 12.404.414. Ontem, o total de pessoas infectadas estava em 12.320.169.

O número de pessoas recuperadas chegou a 10.824.095. Já a quantidade de pacientes com casos ativos, em acompanhamento por equipes de saúde, ficou em 1.273.207.

Da Redação e Agência Brasil

 

Deixe uma resposta