Governo confisca insumos para intubação de pacientes de covid-19

O Ministério da Saúde faz a distribuição com material para os estados, conforme a demanda de UTIs.

A Prefeitura de Teresina divulgou nota nesta sexta-feira sobre a falta de equipamentos e insumos para a intubação de pacientes de covid-19 em estado grave. Segundo a nota, o material tem sido confiscado pelo Ministério da Saúde.

A nota explica ainda que o governo federal faz distribuição dos insumos para os “estados conforme a demanda de leitos de UTIs”.

Segundo as informações, o Ministério da Saúde confiscou um estoque de 20 medicamentos adquiridos pelo município de Teresina.

Veja a nota na íntegra:

Sobre matéria veiculada em portal nacional sobre a falta de kits de entubação em Teresina, a prefeitura informa que embora o município tenha realizado esforços no sentido de adquirir equipamentos e insumos, os aparelhos têm sido confiscados pelo Ministério da Saúde, que distribui para os Estados conforme a demanda de leitos de UTIs.

A prefeitura informa ainda somente nos últimos 2 meses, já foram aplicados R$ 176 milhões do Tesouro Municipal, correspondentes a 57 % das receitas líquidas arrecadadas em saúde. A Fundação Municipal de Saúde ressalta ainda a abertura de mais de 100 leitos entre de UTIs e clínicos para atender pacientes Covid.

A Prefeitura reúne diariamente o comitê gestor de enfrentamento à Covid para avaliar a situação da pandemia na capital e adotar medidas de controle do vírus na capital.

 

Deixe uma resposta