Piauí registra mais de mil casos de violência contra a mulher em dois meses

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Secretaria de Segurança Pública do Piauí. Aumento foi de 13,37%.

O número de queixas de violência contra a mulher teve um aumento de 13,37% no primeiro bimestre de 2021, de acordo com o Núcleo de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI). Em janeiro e fevereiro foram registrados 1.051 boletins de ocorrências nas Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher, contra 927 no mesmo período de 2020.

Segundo o levantamento divulgado hoje (25) pela SSP-PI foram registrados 572 boletins de Ocorrência (B.O) em janeiro de 2021. Na comparação com fevereiro, o índice de denúncias caiu 5,15%.

Os locais com mais casos de violência contra a mulheres são os bairros Itararé e Parque Ideal, na zona Sudeste, com mais de 24 ocorrências; e Santa Maria, Parque Brasil, Mocambinho, Cabral, Centro, Piçarra, Santo Antônio e Angelim, com 13 a 24 queixas.

Já os bairros Buenos Aires, Noivos, Vermelha, Macaúba, Pio XII, Tabuleta, Santa Luzia, Catarina e Bela Vista aparecem na lista daqueles sem esse tipo de ocorrência.

Feminicídio

No estado, a Polícia registrou três casos de feminicídio no primeiro bimestre – um em janeiro um caso e dois em fevereiro. No ano de 2020 foram 27 assassinados de mulheres pelos companheiros.

O aplicativo Salve Maria recebeu 77 denúncias ou acionamentos nos dois primeiros meses de 2021.

 

Deixe uma resposta