Arcebispo quer que igreja funcione igual outros setores

O arcebispo de Teresina disse que as igrejas estão cumprindo com rigidez todas as normas sanitárias de combate ao coronavírus.

Em vídeo publicado nas redes sociais da Arquidiocese de Teresina, o arcebispo metropolitano, Dom Jacinto Brito, disse que as igrejas vão fechar no período de quinta-feira (18) a domingo (21), como determina o decreto do governo do Piau. Por outro lado, ele pediu ao governador Wellington Dias que os templos religiosos tenham o mesmo tratamento dado aos demais setores.

As novas restrições válidas no Piauí desde segunda-feira (15) têm como objetivo forçar o isolamento social e, com isso, evitar o avanço do novo coronavírus. As medidas serão mais rígidas entre os dias 18 e 21 de março.

Confira alguns trechos do vídeo do arcebispo:

Igreja fecham de quinta a domingo

“Nós, como Igreja Católica, queremos respeitar e observar este decreto. Então, todas as igrejas, capelas e todas as atividades comunitárias estão suspensas nestes quatro dias que o decreto regulamenta”.

Mesmo olhar para todos

“Passados estes dias, possivelmente haverá uma nova disposição. Como é de esperar, os shoppings, estabelecimentos comercial, bares, restaurantes, como outros estabelecimentos, voltarão a funcionar, seja com horário reduzido, seja com número reduzido de pessoas. Então eu faço respeitoso apelo às nossas autoridades, que olhem as nossas igrejas com o mesmo olhar com que olham a necessidade do comércio, dos bancos, etc”.

Igrejas não espalharam o coronavírus

“Nós podemos comprovar a observância das normas sanitárias em nossas igrejas já por um ano. Distanciamento. As igrejas têm até os lugares de sentar, higienização. Álcool na entrada e na saída. Estamos em observância rígida das normas sanitárias que nos foram dadas. No período mais crítico da pandemia, as igrejas estavam fechadas. Não foram as igrejas que espalharam o coronavírus”.

 

Deixe uma resposta