Dr. Pessoa é contra lockdown, mas Teresina segue decreto do estado

Dr. Pessoa reitera compromisso com a vida e saúde da população, mas que se preocupa com o cenário econômico.
Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa ( Foto: Divulgação)

O prefeito de Teresina, José Pessoa Leal (Dr. Pessoa), divulgou uma nota neste domingo (14) com o seu posicionamento a respeito das medidas restritivas adotadas pelo governador Wellington Dias em todo o Piauí. Ele voltou a dizer que é contra “o fechamento rigoroso da economia”.

Dr. Pessoa deixa claro que não tomará medidas para amenizar a decisão do governo do estado e ressaltou que “a jurisprudência resguarda as decisões mais restritas sobre funcionamento do comércio, o que já resultou em invalidação de decreto municipal mais flexível”.

O prefeito de Teresina, de acordo com a nota, “reitera seu compromisso com a vida e saúde dos teresinenses, no entanto, ressalta sua preocupação com o cenário econômico”.

Com base no novo decreto, o comércio permanecerá fechado de quinta-feira (18) a domingo (21). Neste período, apenas os serviços essenciais imprescindíveis serão mantidos. O toque de recolher, que até hoje será das 22h às 5h, na segunda-feira começa mais cedo, às 21h.

Com isso, o expediente dos shoppings, postos de combustíveis, bares e restaurantes deverão fechar às 20h.

Confira a nota do prefeito de Teresina, na íntegra:

Sobre a decisão do governo do Estado de ampliar medidas restritivas de isolamento social, o prefeito de Teresina, doutor Pessoa, ressalta que a jurisprudência resguarda as decisões mais restritas sobre funcionamento do comércio, o que já resultou em invalidação de decreto municipal mais flexível.

Atento aos efeitos econômicos de medidas de isolamento, doutor Pessoa reforça que é contra o fechamento rigoroso da economia, o chamado “lockdown”, e considera que os efeitos econômicos negativos já provocados por período anterior de isolamento resultam na necessidade de abertura econômica durante a semana.

A prefeitura reforça que segue realizando ações educativas para a adoção de medidas sanitárias contra o coronavírus, além de realizar esforços para acelerar o processo de imunização dos teresinenses como a compra de vacinas.

O prefeito de Teresina reitera seu compromisso com a vida e saúde dos teresinenses, no entanto, ressalta sua preocupação com o cenário econômico.

 

Deixe uma resposta