Dr. Pessoa propõe acordo para compra de vacina

De acordo com a proposta da prefeitura, o município vai pagar 50% do valor da vacina contra o novo coronavírus. 

O prefeito de Teresina, José Pessoa Leal (Dr. Pessoa), iniciou diálogo com o governador do Piauí, Wellington Dias, para a formação de uma parceria administrativa no sentido de viabilizar a compra de vacinas contra o coronavírus.

Pela proposta apresentada pelo chefe do poder executivo municipal, a prefeitura bancaria financeiramente 50% do valor dos imunizantes adquiridos pelo governo do Estado.

Dr. Pessoa envia até esta sexta-feira (12) à Câmara Municipal, projeto de lei autorizativo para possibilitar a adesão da cidade ao consórcio de municípios para a compra de vacinas contra o coronavírus de forma direta.

Mais de 1.700 municípios brasileiros já manifestaram interesse em aderir ao consórcio público para compra de vacinas contra a Covid-19.

Até esta quinta-feira (11), o vacinômetro da Fundação Municipal de Saúde (FMS) contabiliza 49.727 mil doses aplicadas na capital piauiense. Sendo 75,2% da vacina do Instituto Butantan e 24.8% da Fiocruz.

De acordo com o prefeito, o consórcio não tem o objetivo de tirar o protagonismo do governo federal no processo, apenas autoriza que as cidades também auxiliem na compra dos materiais.

“Hoje, estou propondo ao governador do Piauí que a prefeitura e o Estado se unam para adquirir os imunizantes. O consórcio que estamos integrando será fundamental para agilizarmos o processo de vacinação dos teresinenses. Não queremos tirar a responsabilidade principal do governo federal de compra e a do governo estadual que faz a distribuição”, disse Dr. Pessoa.

 

Deixe uma resposta