Governo suspende atividades econômicas para conter a covid-19

Supermercados, padarias e farmácias poderão funcionar. Novo “lockdown” entra em vigor na próxima quarta-feira.

O governador Wellington Dias (PT) anunciou na manhã de hoje (22) novas medidas restritivas para conter o avanço do coronavírus no Piauí e, com isso, evitar colapso na rede de saúde. Mais de 90% dos leitos hospitalares estão ocupados com pacientes de covid-19. A partir de quarta-feira (24) e até o dia 7 de março, todas as atividades presenciais não essenciais permanecerão suspensas.

Comércio, bares e restaurantes só poderão funcionar para atendimento em delivery. As aulas presenciais estão suspensas. O funcionamento dos supermercados, farmácias, padarias e postos de combustíveis está liberado.

A Prefeitura de Teresina anunciou que seguirá as determinações do estado e vai fiscalizar o cumprimento do decreto. As primeiras medidas para combater a covid-19 foram anunciadas em março de 2020, quando começou a pandemia.

O vice-prefeito de Teresina, Robert Rios; o secretário Estadual de Saúde, Florentino Neto; o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque; além de membros do Comitê de Operações Emergenciais (COE) e representantes da vigilância sanitária participaram da reunião no Palácio de Karnak.

As medidas adotadas pelo governador foram recomendadas pelo COE, que acompanha o comportamento da covid-19 no estado.

Confira o que poderá funcionar:

mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias;

farmácias, drogarias, produtos sanitários e de limpeza;

lavanderias;

postos revendedores de combustíveis, distribuidoras de gás, oficinas mecânicas e borracharias;

lojas de conveniência e de produtos alimentícios, situadas em rodovias e BRs, na zona rural;

hotéis, com atendimento exclusivo dos hóspedes;

distribuidoras (exceto de bebidas alcoólicas) e transportadoras;

serviços de segurança e vigilância;

serviços de alimentação preparada e bebidas exclusivamente para sistema de delivery ou drive-thru;

bancos, serviços financeiros e lotéricas;

serviços de telecomunicação, processamento de dados, call center e imprensa;

transportes de passageiros;

hospitais e laboratórios;

prestação de serviços de atividades físicas.

Números da covid no Piauí

De acordo com o boletim de ontem (21) da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi), o Piauí tem 169,7 mil casos confirmados de covid-19. Desde o início da pandemia, 3.249 pessoas perderam a vida para a doença provocada pelo novo coronavírus.

 

Deixe uma resposta